Seguro

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

BLOGUEIROS DE VIAGEM REALIZAM PROTESTO ONLINE CONTRA ABUSO NO PREÇO DAS PASSAGENS



Os blogueiros de viagem da RBBV (Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem), resolveram organizar um protesto online, gerando um “twitaço e Facebookaço” usando a hashtag #CopaAbusiva e para mostrar nossa indignação com esses preços abusivos de passagens aéreas e também de outras tarifas como hospedagem, alimentação e entretenimento que com certeza vão aumentar sem justificativa plausível.

Temos o maior orgulho de divulgar nosso país e seus encantos, mostrando nossa experiência explorando tudo o que os destinos têm para oferecer, mas nosso esforço terá sido em vão se os viajantes não puderem explorar o turismo doméstico. Se as práticas abusivas não pararem, se não pudermos oferecer condições para viagens nacionais, com certeza vamos perder muitos viajantes brasileiros e podemos perder inclusive viajantes internacionais! E o “legado” desses eventos começa a se perder já na área do turismo, uma das que deveria receber mais incentivo logo de início!

E você? O que você acha desses preços abusivos? Pretende viajar pelo país mesmo com esses preços ou está fazendo planos para viajar para o exterior?

Se você também está indignado, use suas redes sociais e utilize a hastag #CopaAbusiva para protestar junto com a gente!


Que tal sumir do Brasil durante a Copa 2014 ?


Esse infográfico publicado hoje no site da Folha de São Paulo (www.folha.com.br ) mostra claramente o que os turistas brasileiros e estrangeiros irão encontrar no Brasil durante a Copa do Mundo: abuso e assalto na cara dura. A matéria da Folha  compara os valores de uma passagem aérea Rio-SP com os valores cobrados, por exemplo, para Nova Iorque. O valor é quase o mesmo. 

Isso até que pode ser bom para o brasileiro: viaja para Nova Iorque, faz compras, assiste aos jogos nos bares americanos e foge dos assaltos institucionalizados.

A explicação das cias aéreas é aquela de sempre: "... é a lei da oferta e da demanda: se mais gente compra, restam menos lugares no voo - e os assentos que sobram encarecem."

O problema, porém, não ficará restrito apenas aos vôos. Restaurantes, hotéis, táxis, enfim, tudo subirá assustadoramente de preço. Evidentemente que esses aumentos não serão fiscalizados e nem punidos. 

Assistiremos aquela velha tática da "cara brava" e blá-blá-blás sobre punições, multas, prisões, etc.
O pior é que essa atitude gananciosa vai refletir negativamente nas Olimpíadas.
Bom, da minha parte, vou começar a economizar para viajar o mês de julho inteiro para fora do País. Vai ser mais barato pagar em dólares ou euro do que em reais...
#copaabusiva