Seguro

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Já pensou em dar a volta ao mundo ?

Você já imaginou dar a volta ao mundo ? Parece complicado, mas com a tecnologia e endereços de sites em mãos, a coisa não fica tão feia assim.
E o mais interessante é que essa aventura pode sair mais barata do que você imagina utilizando os bilhetes aéreos globais.

Basta um bom planejamento, escolher onde você quer ir e simular os valores dos bilhetes aéreos.

Através do site https://indie.bootsnall.com simulei uma volta ao mundo com o seguinte roteiro: Brasil, Reino Unido, Egito, Jordânia, Dubai, India, Japão, Austrália, Chile, Argentina e Brasil. Como data de partida, escolhi o dia 13 de julho com retorno previsto para dezembro deste ano. Para a minha surpresa, as passagens aéreas custariam entre US$ 6.958 a US$ 11.000 dependendo do número de horas de vôo que você estiver disposto a encarar.

O site permite ainda que você adquira antecipadamente todo o pacote aéreo dando a opção de escolhas de horários, assento, etc. Além disso, você pode salvar as suas rotas e ir ajustando conforme a necessidade.

"O GUIA DEFINITIVO DO TURISTA ASSALTADO" #3 - TAXI


"O GUIA DEFINITIVO DO TURISTA ASSALTADO" #3

Como não ser enganado no taxi ?

Meu caro turista estrangeiro. Infelizmente durante a sua estadia, você estará sujeito, à qualquer momento, passar por uma experiência nada agradável nos táxis brasileiros. Se não for enganado no taxímetro, será no trajeto. 

Se bem que esse tipo de situação acontece no mundo inteiro. Acredito que haja uma "sociedade secreta de taxistas sacanas" atuando em todo o planeta. O jeito é não se surpreender se você passar em frente ao mesmo prédio umas 3 ou 4 vezes. Mas, graças à tecnologia, hoje podemos contornar essa situação.

Duas soluções muito boas são o site http://precodotaxi.com e o app para iphone e iPad Taximetro https://itunes.apple.com/br/app/taximetro/id311687533?mt=8 

Em ambos os casos, você visualizar o trajeto e sabe de antemão quanto vai custar a sua corrida.



"The DEFINITIVE GUIDE TOURIST ASSAULTED" # 3

How not to be scammed in the cab?

My dear foreign tourist. Unfortunately during your stay, you will be subject, at any time, go through an unpleasant experience in Brazilian taxis. If not mistaken the taximeter is on the way.

Although this type of situation happens worldwide. I believe there is a "secret society of cabbies bastards" acting on the entire planet. The trick is to not be surprised if you pass in front of the same building about 3 or 4 times. But thanks to technology, now we can work around this situation.

Two very good solutions are http://precodotaxi.com site and app for iPhone and iPad meter https://itunes.apple.com/br/app/taximetro/id311687533?mt=8

In both cases, you see the path and know in advance how much it will cost your race.




segunda-feira, 27 de maio de 2013

Visitando a cozinha do "Pastel de Belém"

Vida de jornalista não é fácil, mas muitas vezes tem suas recompensas. Na última estada em Lisboa, consegui liberação para gravar uma matéria dentro da fábrica dos famosos - e deliciosos - pastéis de Belém, aliás, os únicos que podem ser chamadas assim.

Nesse vídeo, você conhecerá todas as dependências e como é produzido o pastel mais famoso do mundo. Confira e divulgue.



quinta-feira, 23 de maio de 2013

Oi tio... tem comida aí ?

Oi tio, tem comida aí ?
Com o crescimento da cidade de Louveira - SP, as matas e florestas vão desaparecendo e dando lugar para condomínios e prédios.
Com isso, os alimentos dos animais silvestres ficam cada vez mais raros.
O que dá para fazer é liberar uma banana de vez em quando para esses menores carentes, antes que comecem a vasculhar o lixo atrás de alimentos.
Esse na foto é o filhote mais novo da numerosa família de saguis que brincam na árvore do quintal de casa e que de vez em quando vem me fazer uma visita. Paro o meu trabalho para observar 2 coisas interessantes: a união do grupo e a divisão da comida, sem brigas.

Não está cheirando bem...

Mãeeeee: a mala está pequena demais...
Acompanho com atenção todas as notícias sobre turismo nacional e internacional. Acredito que essa é uma das melhores indústrias que o ser humano criou: não poluí, faz o dinheiro circular além de estimular a consciência de que o planeta é maravilhoso e ainda, em pleno século XXI, há muito a ser descoberto.
Nas últimas semanas, o governo e a grande mídia vem martelando o déficit da balança comercial brasileira e aponta como principal vilão o brasileiro que viaja e faz suas compras no exterior.
Não nasci ontem e nem sou recém-formado em comunicação. Completo 30 anos de jornalismo em 2013 e sei quando há maldade em um texto ou matéria de TV.
As mídias não se preocuparam em abordar um dos principais motivos que leva o brasileiro a viajar para brincar com golfinhos em Miami ao invés de Fernando de Noronha.
Eles "esquecem" de dizer que as cias aéreas domésticas cobram uma fortuna nos bilhetes, que os hotéis meia boca do Brasil cobram o mesmo que um 5 estrelas de muitas cidades do exterior, que o turista é esfolado em todos os lugares por onde passa, isso entre outros motivos.
Fico indignado e envergonhado quando ouço uma brasileira dizer que gostaria de levar a família para visitar o pantanal, mas devido ao custo da viagem, viajará para o Canadá !
O brasileiro não é idiota como pensa o governo ou a mídia. Ele sabe o valor do seu dinheiro e, principalmente, quando querem lhe surrupiar.
Confesso que estou preocupado com possíveis medidas que os gênios da nossa economia possam estar pensando. Ontem, após ler um texto na Folha, tive um dejavu e recordei uma misteriosa taxa sobre o turismo que o governo criou na década de 90 para segurar as viagens para fora. Pelo que me lembro, era uma taxa em cima da compra do dólar, tipo um pedágio, que dificultava a sua saída do país.
Rezo para que essas aberrações não voltem a assombrar o nosso dia-a-dia.
O brasileiro viaja para o exterior porque é mais em conta do que viajar internamente. Ele merece ter a chance e a oportunidade de conhecer novas culturas e, principalmente, ver e experimentar a sensação de ser um cidadão do mundo. Essa conquista deve ser preservada à todo custo, até porque, as pessoas que se fecham para o mundo, de uma hora para outra, sofrem de atrofia cerebral.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

"O GUIA DEFINITIVO DO TURISTA ASSALTADO" #3 - Vida Noturna / "The Definite Guide Tourist Assaulted" # 2 - Night life

É hora da balada...

Provavelmente o primeiro item da lista de atividades que um turista estrangeiro cumprirá quando chegar ao Brasil é conhecer uma balada, ou seja, curtir a vida noturna brasileira.
Há milhares de opções que vão de baratas e perigosas ou absurdamente caras.
Porém há alguns cuidados que o turista desavisado deve observar:

1. Peça indicações do local da festa no hotel ou albergue e cheque, principalmente, se a região onde está localizada a casa noturna é segura.
2. Use sempre o táxi, de preferência, indicado pelo hotel.
3. Evite caminhar pelas ruas das cidades, principalmente, à noite. Você sempre será um alvo fácil.
4. Na balada, cuidado com bebidas oferecidas gratuitamente por estranhos ou estranhas. Seja gentil e educado, mas não seja idiota. Aqui vale aquele conselho de mãe: nunca aceite nada de um estranho.
5. Confira o seu consumo na hora de pagar a conta, mesmo que você esteja bêbado feito um gambá.
6. As brasileiras são bonitas, sensuais e gostam de dançar, mas isso não significa que você esteja liberado para fazer o que quiser. Lembre-se de que ao lado de uma brasileira bonita, sempre tem um brasileiro bombado pronto para te quebrar a cara se você for abusado.
7. Evite armar confusão dentro das casas noturnas: os seguranças brasileiros nem sempre são gentis com bagunceiros, principalmente, estrangeiros.
8. Se recebeu convite para uma festa, cheque exatamente qual é o tipo de evento que você foi chamado... dessa maneira você não corre o risco de ir parar num "pancadão" bem no meio do morro do alemão ou numa rave gay em algum inferninho da Rua Augusta.
9. Nas casas noturnas com shows de bandas ao vivo é comum cobrar couvert artístico, mesmo que a banda seja ruim...


"The Definite Guide Tourist Assaulted" # 2 - Night life


Probably the first item in the list of activities that fulfill a foreign tourist when you get to know Brazil is a ballad, or enjoy the nightlife Brazilian.
There are thousands of options ranging from cheap or ridiculously expensive and dangerous.
But there are some precautions that unsuspecting tourists should note:

1. Ask for referrals from the local party at the hotel or hostel and check, especially if the region where is located the nightclub is safe.
2. Always use a taxi, preferably indicated by the hotel.
3. Avoid walking on city streets, especially at night. You will always be an easy target.
4. In the ballad, watch free drinks offered by strangers or strange. Be gentle and polite, but do not be stupid. Here goes one mother board: never accept anything from a stranger.
5. Check out their consumption in time to pay the bill, even if you're drunk like a skunk.
6. Brazilian women are beautiful, sexy and like to dance, but that does not mean you are free to do what you want. Remember that next to a brazilian woman, always have a Brazilian pumped ready to break you face if you are abused.
7. Avoid confusion within arm nightclubs: the Brazilian securities are not always kind to rioters, mostly foreigners.
8. If you received an invitation to a party, check exactly what kind of event you have been called ... that way you do not run the risk of ending up in a "pancadão" right in the middle of the hill or in the "morro do alemão" or gay rave at some hell hole of Augusta Street.
9. In nightclubs with live bands gigs is common charge cover charge, even if the band is bad ...




terça-feira, 21 de maio de 2013

Uma sequência de matérias para você organizar a sua viagem...

Resolvi montar uma lista com várias matérias para você organizar a sua próxima viagem.



O MELHOR HOSTEL DE LISBOA.

Um dos melhores hostels que fiquei na Europa. Além de bonito e limpo, o Lisbon Poets é muito bem localizado. Ele fica em cima do Café A Brasileira - aquele café que tem a estátua do Fernando Pessoa - e à poucos metros da estação Chiado do metrô.

Os quartos são extremamente limpos, modernos e tudo funciona muito bem. A sala social, além dos sofás, purês e TV, oferece computadores com internet gratuitamente. Dependendo do movimento, o Hostel organiza jantares coletivos e, se você quiser, pode ajudar na cozinha.


sexta-feira, 17 de maio de 2013

"O GUIA DEFINITIVO DO TURISTA ASSALTADO" #2 - Praia / "The Definite Guide Tourist Assaulted" # 2 - Beach


Domingo de sol é dia de praia, biquini, areia, calor, cerveja, petiscos e caipirinha. De fato, muitas caipirinhas. Essa é a rotina preferida dos turistas estrangeiros que visitam o Brasil. As praias do Rio de Janeiro e do nordeste são os destinos preferidos dos americanos e europeus. E estando envolvidos neste clima afrodisíaco, a maioria dos turistas esquece algumas coisas básicas como, por exemplo, a segurança. Não estou falando dos arrastões, pois nesse caso, não tem como fugir da onda, mas dos cuidados básicos com suas carteiras e, principalmente, como não ser enganado pelos comerciantes.
O americano jack Bauer, policial aposentado de Nova Iorque, pergunta: quais os cuidados que devo ter na praia ?

R - Meu caro Jack, sua segurança nas praias depende só de sua atenção. Por mais que o local seja uma delícia, alguns perigos estão presentes.
Bolsas e carteiras - deixe seus documentos sempre à vista. De preferência, vá para a praia com o mínimo possível de documentos e prefira pagar as contas com o cartão de crédito, evitando andar com muito dinheiro.
Saúde - nem todas as praias têm suas areias tratadas. Infelizmente, muitos brasileiros ainda não aprenderam que levar cachorro para a praia é um perigo para a saúde de todos. Ande sempre de sandália, pois dependendo da festa realizada na noite anterior, cacos de vidro e garrafas poderão estar escondidos ou jogados na areia.
Quiosques - a maioria dos comerciantes é honesta mas não custa conferir a conta e o que foi realmente consumido. Anote à parte todos os seus pedidos.
Se, por um acaso, a sua reclamação não for aceita, não desanime. Respire fundo e diga com calma essas palavras mágicas: "Ok. Vamos chamar a polícia para esclarecer essa dúvida ?"
Acredite: essa frase funciona mais do que as mágicas do Harry Potter.


"The DEFINITIVE GUIDE TOURIST ASSAULTED" # 2 - Beach


Sunny Sunday is a day of beach, bikini, sand, heat, beer, snacks and caipirinhas. In fact, many caipirinhas. This is the preferred routine of foreign tourists who visit Brazil. The beaches of Rio de Janeiro and the Northeast are the favorite destinations for Americans and Europeans. And being involved in this climate aphrodisiac, most tourists forget some basic things, eg, security. I'm not talking trawlers, in which case, I can not escape the wave, but basic care with their wallets, and especially how not to be cheated by traders.
The American Jack Bauer, a retired police officer from New York asks: what care should I have at the beach?

R - My dear Jack, your safety depends only on the beaches of your attention. As much as the place is a delight, some hazards are present.
Bags and wallets - let your documents always in sight. Preferably, go to the beach with the least possible documents and prefer to pay bills with a credit card, avoiding walking with too much money.
Health - not all beaches have treated its sands. Unfortunately, many Brazilians still have not learned to take the dog to the beach is a danger to everyone's health. Walk straight sandal, because depending on the party held the night before, broken glass and bottles may be hidden or played in the sand.
Kiosks - most merchants are honest but it never hurts to check the bill and what was actually consumed. Write down the part of all your requests.
If, by chance, your claim is not accepted, do not be discouraged. Breathe deeply and calmly say those magic words: "Okay, let's call the police to clarify this doubt?"
Believe me, this phrase works more than the magic of Harry Potter.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Ingressos mais em conta para musicais em Londres...


Como economizar na compra de ingressos para shows e musicais em Londres...


O GUIA DO TURISTA ASSALTADO - #1 / "The Guide Tourist Mugged" - #1

I'm happy and Mugged...
"O Guia do Assaltado" de Roberto Schneider com ilustrações de Vilmar Rodrigues foi um enorme sucesso editorial nos anos 80. Depois de ter sido assaltado mais de 138 vezes, Roberto Schneider resolveu escrever essa obra no estilo perguntas e respostas com muito bom humor.

À partir de hoje, vou iniciar uma série de postagens denominada "O Guia do Turista Assaltado", visando alertar os nossos queridos turistas estrangeiros que virão ao Brasil para assistir ou participar dos grandes eventos internacionais.

Desde já juro de pé junto que estou na torcida para que dê tudo certo, mas não custa dar umas dicas para que os turistas tenham alguma chance de sobreviver ao passeio. Não é ?

Vamos à primeira pergunta enviada por Mr. John Gun:

P - Como eu faço para não chamar atenção nas ruas ?

R - Mr. Gun, infelizmente, os turistas estrangeiros vão chamar a atenção querendo ou não. O conjunto todo já os denunciam: roupas de marca, tênis coloridos, mochilas super-transadas e camisas tipo havaianas e chapéu panamá. Além disso, eles insistem em desfilar com gigantescas máquinas fotográficas penduradas no pescoço.

A dica é sair o mais simples possível, básico. Camiseta, bermuda, chinelo - de preferência uma Havaíana genérica ou algo do gênero. Utilize uma mochila pequena para carregar seus equipamentos e documentos. Nunca leve seu passaporte original para passear. Prefira uma cópia.
Ah, o principal: nunca leve todo dinheiro num bolso só. Espalhe por todos os lugares possíveis e só ande com notas de valor pequeno.


"The Guide Tourist Mugged" - #1


"The Guide Mugged" Roberto Schneider with graphics Vilmar Rodrigues was a huge publishing success in the '80s. After being assaulted more than 138 times, Roberto Schneider decided to write this book in the style questions and answers with a very good mood.

At Starting today, I will start a series of posts called "The Guide Tourist Mugged," targeting warn our dear foreign tourists who come to Brazil to attend or participate in major international events.

Already interest stood by that I'm rooting for you get it right, but it never hurts to give some tips for tourists to have any chance of surviving the ride. Is not it?

Come to the first question submitted by Mr. John Gun:

Q - How do I not get attention in the streets?

R - Mr. Gun, unfortunately, foreign tourists will draw attention like it or not. The whole thing now denounce them: branded clothes, colorful sneakers, backpacks and super-transadas type Hawaiian shirts and Panama hats. Furthermore, they insist on parade with giant cameras around their necks.

The trick is to go as simple as possible, basic. Shirt, shorts, slippers - preferably a generic type Dupé Hawaiian or something. Use a small backpack to carry their equipment and documents. Never carry your original passport to wander. Prefer a copy.
Ah, the main thing: never take all the money in your pocket only. Spread all places and just walk with small bills.

Fiscalizando Guarulhos...

Ontem estive no Aeroporto de Guarulhos ou Governador André Franco Montoro, como queira.
Notei grandes diferenças em termos de organização e sinalização. As placas ficaram maiores, iluminadas e bilíngues. Já estava na hora de ajeitar esse ítem, alías, a quinta falha mais citada pelos turistas estrangeiros.

Minha análise começa pelo trajeto. Finalmente, a pista que liga a Rodovia Ailton Senna ao aeroporto recebeu grandes e iluminadas placas. Agora o turista não corre o risco de ir parar no centro de Guarulhos e ficar perdido nas ruas do Parque Cecap. Ontem, por ser uma quarta-feira à noite, o estacionamento principal estava lotadaço. A boa notícia é que - se eu não estiver enganado - teve redução nos valores cobrados. A primeira hora custa R$ 10,00 e a segunda em diante, R$ 3,00.

Nos terminais, principalmente o 2, aumentou o número de lojas. Claro que os preços das coisas continuam fora da realidade. O jeito é levar o salgadinho ou o chocolate na bolsa...rsrsr

Outra boa notícia, pelo menos foi o que vi ontem, o desembarque nacional de passageiros e bagagens está relativamente rápido. Vamos ver se a nova administração de Guarulhos conseguirá manter e melhorar todos esses serviços para o bem do nosso turismo.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Dicas úteis para quem pretende conhecer Fátima.

Santuário de Fátima - Portugal.

A cidade portuguesa de Fátima é mundialmente conhecida por sua história de fé e santuário. Foi nessa pequena cidade na região de Ourém que, em 13 de maio de 1917, Nossa Senhora do Rosário apareceu para três crianças pastoras. À partir dessa data, foram mais 4 aparições da santa, a última, em 13 de outubro do mesmo ano. No quesito turismo religioso, a cidade é uma das mais bem preparadas para receber seus visitantes. Apesar de pequena, ela é bem estruturada, possuí hotéis de todas as categorias e restaurantes com preços camaradas.

Na minha última viagem estive visitando Fátima e confesso que foi uma viagem tranquila e emocionante ao mesmo tempo. A primeira dica é sobre o transporte. Uns preferem o trem, outros, o ônibus ou carro. Para tirar a dúvida, resolvi fazer uma pesquisa na Estação Oriente, a principal de Lisboa. Na bilheteria do trem já obtive a resposta que queria: vá de ônibus !
Embora Portugal seja bem servido por trens, ir para Fátima não é tão simples, isso porque a estação ferroviária da cidade fica afastada do Santuário e, ao descer, você tem que ir de ônibus até o centro da cidade. Já o ônibus que saí de Lisboa tem sua parada à poucos metros do santuário. O valor da passagem também ajuda: 20 euros ida e volta.

Saí de Lisboa bem cedo. Era uma segunda-feira. A viagem foi muito tranquila e as estradas portuguesas, excelente. Cheguei por volta das 9 horas da manhã e a cidade ainda estava acordando. As pequenas lojas e restaurantes se preparavam para mais um dia de visitas, já que Fátima é uma das cidades mais visitadas de Portugal. Como fui em fevereiro, o movimento estava tranquilo. O maior período de visitas começa em maio e termina em outubro.

O santuário é enorme e lindo e a cidade emana um clima de paz e tranquilidade. No santuário, além das duas catedrais, a principal atração é a pequena capela da aparição. Nesse local são realizadas missas de hora em hora e em vários idiomas. O espaço tem uma excelente infraestrutura com diversos banheiros, locais para descanso e refeições. Na vizinhança do santuário, você encontrará as lojas que comercializam lembranças.

Se você resolver se hospedar na cidade, pode escolher entre hotéis, pousadas, albergues ou quartos para peregrinos. Há muitas opções espalhadas na cidade e os preços - fora da época de alta - são bem em conta. Enquanto perambulava pelas ruas, achei um pequeno shopping e restaurante. Aproveitei para almoçar um delicioso bacalhau com creme, parecido com o escondidinho brasileiro, só que no lugar da carne seca, bacalhau desfiado. Paguei 15 euros por essa refeição.
Logo após o almoço, embarquei no ônibus que me levou de volta à Lisboa. Confira minha matéria sobre Fátima acessando o canal do mochileiro40tao no youtube: http://www.youtube.com/mochileiro40tao

Curta a página do Mochileiro40tao no facebook e participe de nossas promoções. Acesse: https://www.facebook.com/Mochileiro40tao

Visitando o Santuário de Fátima - Portugal.

Hoje é dia de N.Sra. de Fátima e aproveito para postar uma matéria que fiz na cidade.


Gostou ? assine nosso canal e compartilhe com os amigos.
Visite: www.mochileiro40tao.com


sexta-feira, 10 de maio de 2013

Dando uma da Tarzan...

Praticar o arvorismo é uma delícia. Dá um pouco de medo, mas depois que está lá no alto da árvore, paciência. O negócio é se arriscar e curtir a aventura...

Confira nessa matéria a minha experiência como Homem-Aranha...



Vale a pena !

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Turismo rural em Louveira, SP.

A cidade de Louveira é uma das 10 cidades pertencentes ao Circuito das Frutas. A região oferece inúmeras atrações turísticas como hotéis, pousadas, restaurantes com comidas caipiras, pesqueiros, enfim, muitas atrações interessantes.

Nessa matéria você conhecerá uma antiga fazenda de escravos que hoje funciona como restaurante e pague-colha frutas.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Divertindo-se na Abbey Road.

 Hoje, dia 8 de maio, comemora-se o lançamento do último trabalho dos Beatles, o disco "Let It Be" e para não deixar passar em branco, resolvi postar algumas fotos da famosa rua, onde está localizado o estúdio Abbey Road e onde a banda produziu a famosa foto...
 É uma rua normal, localizada na periferia de Londres. Um bairro tranquilo... bem... quase...
 Todos os dias, centenas de pessoas visitam o local com um único objetivo: reproduzir a foto e a experiência de se atravessar aquela faixa de pedestre...
Quem não gosta muito são os motoristas e moradores do local. Em alguns casos, os turistas abusam um pouco...rs
Neste dia, havia uma equipe de atletas chilenos e pela foto, já deu pra perceber que a coisa foi divertida para nós, não para os sisudos motoristas britânicos...

segunda-feira, 6 de maio de 2013

A importância dos blogs de viagem

Você costuma acessar blogs de viagem ?


A semana passada foi de muitas surpresas boas. A primeira é que o meu blog www.mochileiro40tao.com foi convidado à fazer parte da RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem, uma entidade virtual que congrega mais de 300 blogueiros de viagem do Brasil. Em função disso, participei do WTM Latin America, o maior evento do turismo do mundo que teve sua primeira edição no Brasil e que aconteceu entre os dias 23 e 25 de abril no Transamérica Expo, em São Paulo.

Estive lá na quarta-feira e, visitando os estandes dos países e assistindo as palestras ficou muito claro que os blogs de viagem vem ganhando destaque nas estratégias turísticas de países e empresas no mundo inteiro. A Alemanha, por exemplo, aposta nos jovens viajantes e, dentro desse universo, as postagens e relatos da internet são fundamentais para o sucesso do projeto. E por que jovens viajantes ? Ora, por uma razão lógica: os jovens têm a vida inteira pela frente e poderão visitar a Alemanha outras vezes. E as pesquisas já demonstram isso: no ano passado, 700 mil brasileiros visitaram a Alemanha. Desse total, 100 mil eram jovens.

Outra apresentação que me chamou a atenção foi sobre o trabalho realizado pela Jordânia para atrair turistas ao país durante as manifestações políticas nos países árabes. Dezesseis blogueiros foram convidados a visitarem o país e, durante 8 dias, passear e escrever o que quisessem sobre a experiência de estar no país. O resultado foram milhões de postagens, retuítes e matérias sobre o país com um aumento significativo de 15% no número de visitantes. Enquanto isso, países vizinhos como Egito e Israel viram suas taxas de entrada de turistas cairem assustadoramente.

Entre os blogueiros brasileiros nota-se à disposição de realizar um bom trabalho nas redes. Falta apenas apoio público e privado para que isso aconteça. As pesquisas mostram que os viajantes do mundo inteiro escolhem e preparam suas viagens baseados nos relatos de milhares de blogueiros que relatam suas experiências e dão dicas úteis. Com a formação de uma Rede como a RBBV, essa movimentação dos blogs ganhará mais força.

A RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem

A Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem, RBBV, comemorou na semana passada, a aprovação de seu 300o blogueiro membro, fazendo da Rede a maior em número de blogueiros de viagem do Brasil. A blogueira Barbara Freitag do Delícia Deleite, blog de viagens e gastronomia, foi a responsável por esse marco. Junto a ela somam-se agora mais de 300 blogueiros que foram aprovados desde setembro de 2011, quando a Rede foi ao ar idealizada pela também blogueira Claudia Beatriz Saleh.
“É um número a se comemorar: começamos discretos e agora temos a força do grupo, responsável por trazer informação pessoal e inédita sobre centenas de destinos todos os dias”, afirma Claudia. O segmento de blogs de viagem tem crescido muito no Brasil e conquistado a atenção dos leitores. A RBBV oferece um fórum para a troca de informações entre membros, um site onde o público encontra os relatos publicados pelos seus blogueiros e hangouts com informações úteis para blogueiros em geral.
Membros da Rede seguem diretrizes de conduta que garantem para leitores e mercado de turismo que o crescimento dos blogs de viagem seja organizado e transparente. “Todos os dias temas como ética profissional, veiculação de publicidade e contato com o público são discutidos entre os membros”, diz Thiago Khoury, membro da coordenação da Rede responsável pelos contatos com a imprensa.
A Rede, formada em uma estrutura não-hierárquica, tem uma coordenação eleita pelos seus membros para garantir o funcionamento diário. Como a Rede não capitaliza recursos para o seu funcionamento, a RBBV é um grupo sem fins lucrativos.
Links
Mochileiro40tao - www.mochileiro40tao.com
Delícia Deleite - http://deliciadeleite.com.br

domingo, 5 de maio de 2013

Viajar pelo Brasil ou para o exterior ? O que custa menos ?

Praias no Ceará ou em Aruba ? Igrejas em Salvador ou Vaticano ? Para aqueles que costumam pesquisar, a resposta é imediata: viajar para fora é muito mais barato. Esse é o tema de uma matéria que foi publicada hoje pela Folha de São Paulo e que você pode ler no link abaixo.

Quem tiver a curiosidade de passar umas horinhas na ala de desembarque do aeroporto de Guarulhos assistirá um verdadeiro desfile de malas gigantes abarrotadas de compras. Também, pudera, lá fora tudo custa, pelo menos, a metade do preço daqui. E graças a essas compras a balança comercial brasileira ficou bem zoada nestes últimos meses.

A reportagem da Folha mostra dois casos: o de uma brasileira que pretendia passar uma semana na Bahia, mas acabou viajando para a República Dominicana. O outro é o de um alemão que pretendia visitar familiares no Brasil mas, devido aos altos custos, viajou de férias para a Turquia. Recentemente meu sobrinho veio ao Brasil visitar a família e apresentar a sua esposa irlandesa. Ele ficou fora do país por dois anos e já nas primeiras horas em nossa pátria mãe gentil - e cara - se chocou com o preço de tudo. Da comida às roupas.

"O custo Brasil é inviável para o turista médio internacional", diz o professor Mario Carlos Beni, para quem os valores desencorajam até mesmo quem tem renda em euros, libras ou ienes, moedas mais valorizadas. "Não é só a passagem aérea, mas o hotel e os serviços também."

Como já sabemos que os preços dos hotéis, comida, passeios, passagens aéreas não cairão tão cedo, a solução encontrada pela Embratur foi a de abrir 13 escritórios no exterior para promover o turismo no Brasil. Essa solução merece a mesma pergunta feita pelo jogador Garrincha ao técnico da seleção brasileira antes de um jogo contra a Rússia. Na ocasião, o técnico se esforçava para mostrar como o Brasil jogaria, as estratégias, etc. Ele olhou para o técnico e disse: "já combinaram com os russos sobre isso tudo ?"

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/05/1273528-precos-de-pacotes-limitam-a-visita-de-turistas-e-ate-de-brasileiros.shtml

sábado, 4 de maio de 2013

Martelo de Thor ?

O blog do Mochileiro40tao é voltado para o turismo, mas  dou muito valor para a história. E não seria diferente: a maioria dos pontos turísticos é relacionada ao passado, à história.

Hoje vi uma postagem da Discovery Brasil sobre o Martelo de Kingoodie, objeto descoberto no Século XIX e que vem deixando os cientistas de cabelos em pé.

Isto porque uma análise realizada pelo Centro Britânico de Pesquisas Geológicas apontou que o martelo foi utilizado no período Devoniano, ou seja, 410 milhões de anos atrás. Só que nesse período, a Terra era povoada apenas por animais marinhos primitivos.

São inúmeras as teorias sobre o objeto que vão de uma fraude à viajantes do tempo. A verdade é que o mistério permanece no ar...

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Pompéia: a cidade onde o tempo parou.

Pompéia e seu algoz Vesúvio.
Para todos os amigos que converso sobre viagens, Pompéia, no sul da Itália, sempre entra no assunto. De todos as cidades que visitei essa é, com toda a certeza, uma das mais misteriosas e fantástica que conheci. Pompéia fica à poucos quilômetros de Nápoles, a viagem de trem dura cerca de meia hora. Da estação, anda-se alguns metros e, pronto: você está na entrada de um dos maiores sítios arqueológicos da história da humanidade. Antes de relatar o que significa andar pelas ruas de Pompéia é importante contar um pouco de sua história.

O fogão de uma cozinha ficou praticamente intacto.
Pompéia e Herculano eras prósperas e movimentadas cidades do Império Romano e estavam localizadas ao sul de Nápoles, às margens do Vesúvio - aliás, o termo vulcão ainda não existia naquela época. Pompéia era bem maior do que Herculano e muito mais movimentada. Com suas casas ricamente decoradas e suas ruas estreitas e movimentadas, a cidade abrigava uma população de cerca de 15 mil pessoas. Por volta do meio-dia de 24 de agosto de 79 d.C., o Vesúvio resolveu mostrar a sua força e pegou todos os habitantes de Pompéia e Herculano de surpresa. Em apenas 12 horas, uma mistura de gases tóxicos, superaquecimento e lava praticamente encobriu a cidade exterminando a todos. Foi como se o tempo parasse de repente.

Algumas pinturas milagrosamente se mantiveram
ao longo dos séculos
A tragédia repercutiu por todo o Império Romano mas, como nada mais poderia ser feito, com o tempo, virou apenas uma história. Suas ruínas permaneceram ocultas durante 1.600 anos até que, acidentalmente em 1599 parte de um muro pintado foi localizado durante as escavações de um canal subterrâneo para desviar o curso de um rio. Como as pinturas foram consideradas obscenas na época, a descoberta foi mantida em segredo e novamente ocultada. Anos depois, à mando do Rei Carlos III as explorações foram iniciadas.
De lá para cá, uma cidade inteira foi revelada.

Andar pelas ruas de Pompéia é uma emoção única. Praticamente tudo - exceto os telhados das casas - está preservado: lindas pinturas nas paredes, os balcões dos bares e restaurantes, as propagandas e, até mesmo, o prostíbulo com seus aposentos e pinturas eróticas foram preservados. Ainda hoje os arqueólogos continuam descobrindo objetos e locais na cidade. Os famosos corpos de Pompéia podem ser vistos em vários locais. É quase uma fotografia tridimensional do exato momento que o terror tomou conta da cidade. 

A cidade de Pompéia é um dos locais mais visitados na Itália e, acredite, vale a pena passar o dia perambulando por suas ruas e casas. A sensação é de que você está em uma cidade fantasma e que, a qualquer momento, fará uma descoberta arqueológica fantástica a la Indiana Jones.

Matéria produzida em Pompéia para o programa Mochileiro40tao