fique por dentro

Loading...

sábado, 18 de abril de 2015

AS TRILHAS DO PARQUE DO CARACOL


Eu já conhecia o Parque do Caracol, localizado na cidade gaúcha de Canela e onde se localiza a belíssima cachoeira com o mesmo nome. Na semana passada, voltei a visitá-lo e, para minha surpresa, descobri mais algumas coisas legais para se fazer por lá. Uma delas é a trilha que leva às corredeiras.

Essa foto representa uma das mais conhecidas imagens do parque, mas percorrer a trilha das corredeiras, você se surpreende com outras quedas d'água lindíssimas e um rio feroz cercado por gigantescos paredões de pedra.

Em resumo, vale muito a pena tirar uma manhã para explorar todo o potencial deste local. A entrada normal custa R$ 18,00 por pessoa, estudante e pessoas com mais de 60 anos paga a metade.

Além das trilhas e as belezas naturais, o parque conta com um mirante (R$ 12,00 por pessoa), área para pic-nics, restaurante e um trem de brinquedo para a criançada.

Chegar ao parque é muito simples: no final da estrada que liga Gramado à Canela há uma rotatória (ou rótula) muito bem sinalizada. Não tem como errar.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

O GUIA COMPLETO DO CÂNION FORTALEZA

Uma beleza sem igual. Vale muito a pena visitar.
Há algumas semanas o Globo Repórter apresentou uma ótima matéria sobre os cânions do Rio Grande do Sul. Entre eles, estava o Fortaleza, um dos maiores do Parque dos Aparados da Serra.

O sucesso foi tanto que, só no dia 04/04 (sábado) o local recebeu 573 veículos num total superior a 2.100 pessoas, segundo relatou o segurança Oziel, responsável pelo cadastramento de visitantes na entrada do parque.

A primeira vez que visitei o local foi em 2010 e foi uma verdadeira aventura rodar por uma estrada esburacada e com muitas pedras. Porém, nesses últimos anos a situação mudou... e para melhor !

Dos 20 km de terra, 16 km foram asfaltados e sinalizados. Além disso, a estrada de terra vem recebendo manutenção constante da prefeitura de Cambará do Sul, possibilitando que a viagem seja feita até por carros de passeio.

Esse guia vai dar todas as dicas para que seu passeio seja tranquilo e seguro. Vamos nessa ?

Rotas

Só ficar atento às placas. De resto, tranquilidade...
Caxias do Sul - Cambará do Sul

De Caxias do Sul você poderá utilizar duas rotas: Rod. 453 sentido Porto Alegre até a rotatória com a Rodovia RS020. Dalí, segue mais 36 km até Cambará do Sul. A outra rota é por Gramado/Canela.

Gramado - Cambará do Sul

De Gramado segue para Canela e, lá, vá pela RS235 até São Francisco de Paula. Ali, entre na RS110 até a Rod. 453 e, depois, a RS020.

Essa rota é mais tranquila, mas as pistas não tem acostamento e nem postos de gasolina. Um dos poucos lugares para comer ou usar o banheiro é o Café Tainhas. Aliás, vale a pena comer os deliciosos pastéis de carne do local. Bom demais, tchê !

Rumo ao Cânion

Entrando na avenida principal de Cambará do Sul, siga em frente: o caminho para o Fortaleza é a continuação dessa avenida. Não tem como errar.

É importante observar as condições climáticas para não perder a viagem. Se o dia estiver aberto e com sol é quase certeza de que o cânion estará com vista total. Na dúvida, pare e pergunte na cidade antes de seguir.


Dica mega-super-ultra-blaster IMPORTANTE:
A um passo de Deus... literalmente.


Visitar o Cânion Fortaleza é uma aventura e exige alguns cuidados extras como levar muitas garrafas água, alimentos, protetor solar, mochila enfim, tudo o que for útil para poder passar umas horas agradáveis e sem dores de cabeça. 
Ah, leve chapéu e uma aspirina: o sol é de rachar...





Asfalto de qualidade e atenção aos animais.
A estrada

Como escrevi no início da matéria, a estrada que liga a cidade ao cânion passou por uma bela reforma. Agora o asfalto - muito bem conservado por sinal - vai bem perto do destino final.

Fique atento onde o asfalto termina e a terra começa. Outra dica é dirigir com cuidado pois há uma intensa movimentação de animais cruzando a pista. Lembre-se de que eles são os donos do pedaço e, nós, os invasores.



Ufa, chegamos...

A última parada para banheiro é na portaria de entrada do parque. É um banheiro pequeno mas limpo. Os seguranças são muito simpáticos e atenciosos.

Uma dica para os maridos e namorados: para não ouvir depois, avise suas esposas e namoradas a utilizarem o toalete da guarita porque, depois, a solução vai ser correr para o mato...rsrs

O Cânion Fortaleza

A borda fica logo ali...
Localizado no Parque Nacional da Serra Geral, a 23 km do centro de Cambará do Sul, o Cânion Fortaleza é considerado um dos mais exuberantes da região. Possui 7,5 km de extensão, 2.000 metros de largura e uma altitude de 1.240 metros acima do nível do mar. Os seus paredões lembram muralhas. Daí a origem do nome Fortaleza. As principais trilhas são: a Trilha do Mirante, onde é possível ver a grandiosidade do cânion e, em dias claros, parte do litoral gaúcho; a Trilha da Cachoeira do Tigre Preto onde despencam as águas do Arroio Segredo; e a Pedra do Segredo, um bloco de rocha de 5 metros de altura, pesando 30 toneladas, equilibrada numa base de 50 centímetros. Um verdadeiro segredo! 
(extraído do site http://cambaradosul.rs.gov.br/atrativo/canion-fortaleza/)
Maravilha da natureza.
Chegando no local, há um pequeno estacionamento e indicações para as trilhas. Uma delas - e a mais utilizada - é do Mirante. Lá do ponto mais alto você tem uma visão completa do local. A estrada tem muitas pedras e a caminhada leva aproximadamente 1 hora.
Cuidado com as torções...

Outro ponto muito visitado fica a uns 200 metros do estacionamento e é uma borda rochosa com alguns grampos de segurança fixados na rocha e que garante uma segurança extra ao visitante.

Oi tio.. tem uns petiscos aí ?
As raposas pedintes
No dia em que estivemos lá (10/04/15) fomos recepcionados por três lindos filhotes de raposas que resolveram adotar o estacionamento como casa. O principal motivo é a comida distribuída pelos turistas.
A questão é que ao dar alimentos para os animais eles perdem seus instintos de caça e isso pode condena-los à morte, a exemplo do que já aconteceu com sua mãe e avó, conforme relatou um dos guias. Outro problema sério é que os alimentos dados pelos turistas estão fazendo mal para os pequenos e poderá leva-los à morte por intoxicação. 
UMA DICA: NÃO ALIMENTE OS ANIMAIS E CUIDADO COM ELES. PODEM SER BONITINHOS, MAS SÃO SELVAGENS E MORDEM MUITO BEM...





CÂNION FORTALEZA... BREVE.


Escrevendo todas as dicas para você visitar o Cânion Fortaleza em Cambará do Sul...
aguarde !

EM GRAMADO, UM PARQUE DEDICADO À LAVANDA



A lavanda ou alfazema, é uma flor azul ou quase roxa, de caule comprido e que é usada para a extração de perfumes, óleos e muitos outros produtos.

Ela é também conhecida por suas qualidades terapêuticas atuando como calmante ou relaxante.

Por tudo isso, a lavanda mereceu um destaque nesta atração turística da cidade gaúcha de Gramado: Le Jardin - Parque da Lavanda.

Localizado às margens da Rodovia RS 115,  nº 37.700 (uns 10 minutos de carro saindo do centro da cidade), o local abre de terça à domingo das 09h30 às 17h30 e não há cobrança de ingressos.

Ali, além dos belos jardins, há uma bela loja temática com diversos produtos derivados do óleo essencial desta planta, estufas e um cenário de tirar o fôlego - e zerar o cartão de memória de sua máquina fotográfica.









COTAÇÃO MOCHILEIRO40TAO.COM















terça-feira, 31 de março de 2015

terça-feira, 24 de março de 2015

AVENTURA PARA TODOS.


A cidade de Socorro é conhecida por sua beleza natural e pelos roteiros de aventura como tirolesa, rapel, rafting, etc. Mas a cidade também é famosa pelo Projeto Socorro Acessível, iniciado em 2007 e que visa tornar o município como turisticamente acessível, possibilitando que pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida possam aproveitar os parques de aventura e demais pontos turísticos.

Os principais prédios da cidade passaram por adaptações assim como o centro histórico, o Mirante do Cristo e os centros comerciais. 

segunda-feira, 23 de março de 2015

RAFTING EM SOCORROOOOO !

Não dá tempo de escolher que cara fazer para a foto...kkkkk
Doidos...
Isso é coisa para atletas...
Não vou nem a pau !
Brincadeira para jovens.

Bom, isso foi o que ouvi quando topei descer 4 quilômetros do Rio do Peixe, na cidade de Socorro (SP), à bordo de um bote de borracha em companhia de amigos. Como dá para ver na foto, haviam 2 crianças.

Resultado do passeio:
quero ir de novo, dessa vez no percurso de 7 quilômetros...rsrs

O parque escolhido foi o Kango Jango localizado no km 5 do Corredor Turístico do Rio do Peixe (www.kangojango.com.br). Com uma estrutura muito boa, o parque oferece uma série de atividades como tirolesa, arvorismo, trilhas e, claro, o rafting.

No caso do rafting, há toda uma preparação antes de embarcar: instrutores experientes explicam tudo e mais um pouco para que o passeio aconteça sem supressas desagradáveis. Confesso que a pior parte foi antes de entrar no bote. Depois do curso, embarcamos no ônibus até o ponto de partida. Ali, a ansiedade aumenta. Mas, ao colocar o pé no bote e sair navegando, você relaxa. As primeiras remadas são para jogar o medo para fora do bote.

Em poucos minutos aparece a primeira corredeira. Pequena, mas o suficiente para molhar a roupa. Depois dela, a diversão fica ainda maior e a expectativa, idem. Alguns metros mais adiante, surge a pior parte: uma queda acentuada recheada de pedras enormes. Nesse ponto, o jeito é gritar e, ao mesmo tempo, tentar prestar atenção nos comandos do instrutor.  Há algumas bagunças extras como a guerra de água entre os botes onde é impossível sair seco dali.

É uma aventura que pode ser experimentada por pessoas de qualquer idade, até mesmo para deficientes físicos, neste caso, há equipamentos extras que devem ser instalados nos botes. O passeio custa R$ 65,00 por pessoa e dura cerca de 2 horas. É interessante reservar antes. Há descontos para grupo de 12 pessoas.

Serviço:

Kango Jango
www.kangojango.com.br
Corredor Turístico do Rio do Peixe, km5 - Socorro - SP - 135 km da capital
(19) 3855-7507