Seguro

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Veneza na ponta dos dedos...

Capa da versão em português
Tudo sobre Veneza

Visitar a cidade de Veneza é um sonho de todos os viajantes. As gôndolas, igrejas, ruas estreitas cortadas por pontes e água por todos os lados. Essa é a imagem que habita o imaginário de todos.

A cidade - que a cada ano vai sendo tomada pelas águas - é um verdadeiro museu à céu aberto com inúmeros palácios, museus, restaurantes e lojas, aliás, muitas lojas.

Andar e não se perder por suas vielas é uma das diversões que a cidade proporciona. Na última viagem, confesso que me perdi legal. Teve um momento em que me deparei em um cais às margens do Grande Canal depois de andar muito por uma viela. Literalmente, o senso de direção vai pro espaço nessa cidade.

Parar por alguns minutos em cima da Ponte Rialto e observar o dia-a-dia dos venezianos e seus barcos é um passatempo que pode provocar fortes emoções. Quando fiz isso, assisti a uma verdadeira cena de filme: um barco ambulância em alta velocidade fez a curva e levantou ondas para todos os lados. Os gondoleiros tiveram que mostrar suas habilidades e equilíbrio para não caírem nas águas geladas do Grande Canal. Aposto que ainda tem muitos turistas contando essa aventura por aí...rsrs

Mas a beleza de Veneza me motivou a produzir um guia digital que foi lançado em fevereiro do passado. Passados vários meses, o guia já atingiu cerca de 15 mil downloads. Nada mal para um livro independente.

O Guia Veneza foi desenvolvido para iPad e foi pensado como uma ferramenta de auxílio aos viajantes que levam esse equipamento na mochila. No guia, que pode ser baixado através deste link, o viajante terá todas as informações turísticas da cidade, os principais sites, previsão do tempo, links de todos os museus e várias dicas em vídeo. Enfim, a idéia é disponibilizar todas as informações possíveis num único livro.

Você terá no seu iPad, praticamente todos os links de sites que você possa precisar na cidade: dos museus, compra de passagens aéreas, tickets de vaporetto, trem até polícia e bombeiros. Além disso, há mapas interativos que ajudarão um pouco para você não se perder. Há também vários vídeos com dicas importantes para se aproveitar ao máximo o que essa cidade tem a oferecer.

Um pouco de história

O ibook "Guia do Mochileiro40tao apresenta Veneza" encontra-se à disposição para download em 3 idiomas e em todas as lojas iTunes da Apple. O livro foi produzido em tempo recorde: 25 dias.
Para baixar gratuitamente você precisa ter um iPad ou iMac com o novo sistema operacional.
Ainda não há edição disponível para Android.


Agora você pode ler no iMac

Com o novo sistema operacional disponibilizado pela Apple para a linha iMac, o "Guia do Mochileiro40tao apresenta Veneza" também pode ser baixado e lido no desktop. Clique aqui para baixar no seu computador.


Links de matérias e reportagens

http://macmagazine.com.br/2012/02/24/jornalista-brasileiro-lanca-livro-sobre-veneza-na-ibookstore-criado-com-o-ibooks-author/

http://revolucaoebook.com.br/lancamento-de-ebook-veneza-por-eduardo-sona/

http://www.youtube.com/watch?v=t3dHPDlHjh8

Fotos




segunda-feira, 14 de outubro de 2013

BLOGUEIROS DE VIAGEM REALIZAM PROTESTO ONLINE CONTRA ABUSO NO PREÇO DAS PASSAGENS



Os blogueiros de viagem da RBBV (Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem), resolveram organizar um protesto online, gerando um “twitaço e Facebookaço” usando a hashtag #CopaAbusiva e para mostrar nossa indignação com esses preços abusivos de passagens aéreas e também de outras tarifas como hospedagem, alimentação e entretenimento que com certeza vão aumentar sem justificativa plausível.

Temos o maior orgulho de divulgar nosso país e seus encantos, mostrando nossa experiência explorando tudo o que os destinos têm para oferecer, mas nosso esforço terá sido em vão se os viajantes não puderem explorar o turismo doméstico. Se as práticas abusivas não pararem, se não pudermos oferecer condições para viagens nacionais, com certeza vamos perder muitos viajantes brasileiros e podemos perder inclusive viajantes internacionais! E o “legado” desses eventos começa a se perder já na área do turismo, uma das que deveria receber mais incentivo logo de início!

E você? O que você acha desses preços abusivos? Pretende viajar pelo país mesmo com esses preços ou está fazendo planos para viajar para o exterior?

Se você também está indignado, use suas redes sociais e utilize a hastag #CopaAbusiva para protestar junto com a gente!


Que tal sumir do Brasil durante a Copa 2014 ?


Esse infográfico publicado hoje no site da Folha de São Paulo (www.folha.com.br ) mostra claramente o que os turistas brasileiros e estrangeiros irão encontrar no Brasil durante a Copa do Mundo: abuso e assalto na cara dura. A matéria da Folha  compara os valores de uma passagem aérea Rio-SP com os valores cobrados, por exemplo, para Nova Iorque. O valor é quase o mesmo. 

Isso até que pode ser bom para o brasileiro: viaja para Nova Iorque, faz compras, assiste aos jogos nos bares americanos e foge dos assaltos institucionalizados.

A explicação das cias aéreas é aquela de sempre: "... é a lei da oferta e da demanda: se mais gente compra, restam menos lugares no voo - e os assentos que sobram encarecem."

O problema, porém, não ficará restrito apenas aos vôos. Restaurantes, hotéis, táxis, enfim, tudo subirá assustadoramente de preço. Evidentemente que esses aumentos não serão fiscalizados e nem punidos. 

Assistiremos aquela velha tática da "cara brava" e blá-blá-blás sobre punições, multas, prisões, etc.
O pior é que essa atitude gananciosa vai refletir negativamente nas Olimpíadas.
Bom, da minha parte, vou começar a economizar para viajar o mês de julho inteiro para fora do País. Vai ser mais barato pagar em dólares ou euro do que em reais...
#copaabusiva


terça-feira, 20 de agosto de 2013

Todos os astros num só lugar...


O Museu de Cera de Madame Tussauds, em Londres, é sem dúvida, um dos melhores do gênero. No primeiro espaço visitado você passa a fazer parte de uma festa hollywoodiana com astros e estrelas preparados para serem fotografados, apalpados e zoados.

Dali por diante, surpresas e muitos personagens e pessoas interessantes para suas fotos. Afinal, não são todos os dias que você encontra um Steven Spielberg ou a Rainha da Inglaterra.

Vale a pena conferir.


terça-feira, 6 de agosto de 2013

Que tal saborear um Pastel de Belém ?

O Mochileiro40tao invadiu a cozinha onde são produzidos os deliciosos e originais pastéis de Belém. Confira a nossa matéria.


segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Nossos irmãos lusitanos e suas expressões


O navegador português Pedro Álvares Cabral descobriu o Brasil em 1500 e durante muitos anos fomos a maior e mais rica colônia que Portugal teve. Até mesmo a nossa independência foi diferente de outras colônias: o próprio filho do rei resolveu dar um basta e cortar o cordão umbilical, tornando o Brasil uma nação livre. Graças a essa relação histórica, brasileiros e portugueses sempre se deram muito bem. Claro que o brasileiro sempre aproveita o momento para tirar uma com os nossos irmãos lusitanos. Mas não pense que do outro lado do Atlântico a coisa é diferente. Do seu jeito, o português também aproveita para zoar os brasileiros também, principalmente com as expressões idiomáticas.

O que você diria se fosse convidado a "pegar uma bicha para comer um travesseiro da Piriquita ?" ou se alguém dissesse que você tem "macaquinhos na cabeça" ou "que está feita ao bife". Essas e outras expressões fazem com que o brasileiro, ao fazer sua primeira visita a Portugal, brinque com seu anfitrião e quebre qualquer gelo. "Pegar uma bicha" significa ficar numa fila à espera de algo. Já o travesseiro da Piriquita nada tem a ver com aquilo que você provavelmente pode ter pensado. Trata-se de um delicioso doce típico da cidade de Sintra que só é fabricado em uma padaria chamada Piriquita.

"Ter macaquinhos na cabeça" significa andar preocupado com algo e ficar "feita ao bife" é entrar numa situação delicada. Os portugueses se divertem com essas diferenças, principalmente, pelas reações de espanto dos brasileiros de primeira viagem. Essas e outras diferenças fazem com que uma viagem para Portugal seja diferente e divertida. Além de ser um belo país, o povo português é fã do brasileiro, curte as nossas novelas e artistas e, às vezes, dá mais valor para o Brasil do que os próprios brasileiros.

Quando você pensar em fazer uma viagem para a Europa, coloque Portugal no topo da lista de países. Além da facilidade do idioma, você encontrará um povo gentil e educado que fará questão de mostrar o que o país tem de melhor.

Separei algumas palavras para você ir se acostumando.

Brasil
Portugal
Celular
Telemóvel
Moleque
Puto
Presunto
Fiambre
Bacon
Presunto
Cachaça
Bagaço
Banheiro
Casa de banho
Esmalte
Verniz
Fila
Bicha

Locais imperdíveis em Lisboa:

Chiado e Baixa Chiado - centro boêmio de Lisboa. Local das famosas casas de fado.
Praça do Comércio, Arco e Rua Direita - centro antigo de Lisboa.
Belém - bairro de Lisboa famoso pelo pastel de nata, Torre de Belém, Mosteiro dos Jerônimos e Monumento aos Navegantes.
Parque das Nações e Oceanário - Centro de exposições, shopping e cassino.
Castelo de São Jorge - Ali você tem uma vista incrível de toda a cidade.

domingo, 4 de agosto de 2013

Paris agora fala o português.



A cidade de Paris está se tornando um das localidades turísticas mais visitadas por brasileiros. Graças às inúmeras promoções das companhias aéreas e aos pacotes turísticos parcelados à perder de vista, cada vez mais, o brasileiro quer matar a vontade de subir a Torre Eiffel, andar de barco no Rio Sena e fazer compras na Champs-Élysées. Se bem que essa última opção não é para todos os brasileiros, pois os preços são muito salgados.

Mas ir para Paris vale a pena em todos os sentidos: ela é considerada uma das cidades mais belas da Europa e é a que reúne os museus mais importantes da história da arte. Além disso, é um exemplo de cidade planejada e de fácil locomoção através de metrôs e ônibus.

É interesante notar que essa demanda de turistas brasileiros fez mudar o dia-a-dia do comércio parisiense. Não é díficil você ser atendido por vendedores brasileiros ou que falam o português. Nos últimos anos, as lojas da cidade, das mais simples à mais sofisticada, correram para oferecer um atendimento especial para os turistas brasileiros. E não é por menos: os brasileiros só perdem para os chineses no quesito "vamos a las compras".

Entre as centenas de atrações que a cidade oferece, algumas não podem deixar de serem citadas: Torre Eiffel, Arco do Triunfo, Museu do Louvre, Galeria Lafaiete, Moulin Rouge, Rio Sena, Catedral de Notre Dame, ufa… Claro que não listei nem a metade das atrações. Mas assim é Paris, uma cidade que, quando você acha que conseguiu ver tudo, sempre aparece algo a mais para conhecer.

No quesito gastronomia, a cidade é um paraíso. Doces e salgados nas mais variadas formas e cores mexem com a cabeça - e a gula - de qualquer um. Alguns doces, porém, são quase que obrigatórios você experimentar: crepe e eclair (a nossa famosa bomba de chocolate). Quanto aos pratos salgados eu nem arrisco a escolher o melhor. Deixo isso para você.

Deixo a sugestão para um roteiro enxuto de 4 dias na cidade:

Dia 1 - Torre Eiffel e arredores. Mesmo que o final da fila esteja na China, não deixe de subir até o topo da torre. Faça um passeio pelas ruas ao redor desse monumento. Na volta, dê uma esticadinha até o túmulo do Napoleão.

Dia 2 - Museu do Louvre, Praça da Concórdia. É um do lado do outro. O Museu do Louvre é gigantesco. Se você resolver conhecê-lo por inteiro, receio que você deverá morar por lá por um ano. Selecione as alas principais e vá conhecer as obras mais conhecidas. A Praça da Concórdia fica ao lado do Museu e, dela, você avista o Arco do Triunfo e a Champs-Élysées.

Dia 3 - Arco do Triunfo e Champs-Élysées - Depois de visitar o Arco, desça a Champs-Élysées e conheça as lojas das principais grifes do mundo. No final da avenida, à sua direita, você estará em frente aos dois palácios de vidro. Se tiver fôlego, vá passear de barco no Rio Sena à noite.

Dia 4 - Catedral de Notre-Dame, Sacré coeur e Pigalle - Prepare-se para andar. Comece o dia pela Catedral de Notre-Dame, a famosa catedral imortalizada pelo escritor Victor Hugo e seu livro "O corcunda de Notre Dame". Na sequência, pegue o metrô e vá até o outro lado da cidade e visite a lindíssima Catedral de Sacré Coeur (Sagrado Coração). Andando um pouco mais a pé, você estará no bairro boêmio do Pigalle, famoso pelo cabaré Moulin Rouge e pelos sex-shops.

Claro que esse é um roteiro muito enxuto. Há muito mais o que se ver na cidade ou ao seu redor como o excepcional Jardins de Monet, que fica na Normandia e a EuroDisney. Como eu disse, Paris é linda, misteriosa e vale a pena sonhar e se esforçar para algum dia conhecê-la. Nem que seja uma pequena parte.

sábado, 27 de julho de 2013

O sofrimento anunciado dos peregrinos da JMJ 2013


A Jornada Mundial da Juventude 2013 entra em sua reta final. Neste sábado e domingo acontecem a vigília e a missa de despedida. Foi uma semana de festas, músicas, orações, homilias históricas do Papa Francisco, porém, de muita paciência para os jovens peregrinos.

Como já era previsto, inúmeros problemas de organização marcaram o evento. Logo na chegada à cidade, o Papa já ficou preso em um congestionamento. Desorganização na entrega dos kits, das acomodações dos peregrinos e, nesta última quarta-feira, a troca do campo da fé de Guaratiba para a Praia de Copacabana. Conversei com minha amiga Leila, que mora no Rio de Janeiro e acompanhou e ajudou inúmeros jovens a se safar de algumas roubadas. 

Pedi à ela, um texto dando sua opinião sobre a infra-estrutura da cidade para sediar grandes eventos. Segue o texto:

"O Rio não passou no teste nem de longe, simplesmente horrível. Tudo fake. Hoje mesmo, estávamos no ponto de ônibus junto com dois grupos de peregrinos e passaram 3 ônibus vazios e NENHUM parou mesmo a gente quase se jogando na rua, Metrô: não dá vazão, os atendentes são mal humorados, não respondem as perguntas dos peregrinos sobre trajeto nem em português, mal humorados. 
A polícia torcendo para dar tudo errado e infiltrando seus agentes nos quebra quebras não para investigar mas para quebrar também e tumultuar. Sistema de transporte dos jornalistas estrangeiros: o motorista do ônibus dos jornalistas não foi orientado, era um mané total, que sequer conhecia o centro do Rio e se perdeu ou foi proposital e fez com que os jornalistas perdessem a cobertura da missa do Papa com os jovens argentinos. 
Boa parte dos restaurantes que se cadastraram para aceitar os tickets refeição peregrinos decidiram não aceitar os tickets ou sequer abriram as portas. A grande sorte para que o evento não fosse um fracasso total é que os jovens são muito tolerantes, tem uma fé incrível e o Papa é muito carismático. 
Eu que cedi minha casa para hospedar peregrinos ate 3 dias depois do inicio da semana da JMJ , as voluntárias não tinham conseguido localizar as jovens que ficariam em casa nem pelo nome nem por e-mail. Haviam residências com lugares sobrando e a falta de organização fez com que os coitados dos jovens neste frio danado que esta fazendo no Rio ficassem hospedados em colégios (salas de aula) com apenas 1 chuveiro para mais de 300 jovens, e além de tudo, apenas com agua fria. Enfim, um absurdo."

Outro exemplo de desorganização aconteceu mesmo antes do ínicio do evento. Os jovens da cidade de Louveira viajaram às escuras, pois a organização não informava para onde eles deveriam se hospedar. A resposta só um dia antes da partida do ônibus e após inúmeros telefonemas para o Rio de Janeiro.

Como a Leila comentou, o evento só não descambou porque os jovens foram pacientes e levaram tudo numa "boa". Agora imagino se o mesmo acontecerá com a Copa do Mundo ? De acordo com o Ministério do Turismo, o público que virá para os jogos da copa é formado por homens, adultos, solteiros, com dinheiro e que gostam de tomar umas cervejas antes, durante e depois dos jogos. Será que esses torcedores irão ter a mesma paciência ?

Suffering announced Pilgrims JMJ 2013

The JMJ 2013 enters its final stretch. Take place on Saturday and Sunday vigil Mass and farewell. It was a week of festivities, music, prayers, homilies of Pope historical Francisco, however, a lot of patience for the young pilgrims.

As expected, numerous organizational problems marked the event. Upon arrival to the city, the Pope has got stuck in a jam. Disruption in the delivery of kits, the accommodation of pilgrims, and this last Wednesday, the exchange field of faith Guaratiba to Copacabana Beach. I talked with my friend Leila, who lives in Rio de Janeiro and accompanied and helped countless young people to get away with some stolen.

I asked her a text giving his opinion on the infrastructure of the city to host major events. Following is the text:

"Rio has not passed even remotely, just awful. Fake Everything. Just today, we were at the bus stop with two groups of pilgrims and spent three empty buses and NO we almost stopped even playing in the street, Metro: does not flow, the attendants are grumpy, do not answer the questions on the pilgrims path or in Portuguese, grumpy.
Police hoping to be all wrong and their agents infiltrating breaks in the break not to investigate but also to break and disrupt. Transport system of foreign journalists: the bus driver was not driven by journalists, was a complete moron who even knew the heart of Rio and was lost or purposeful and meant that journalists lose their coverage of the Mass with the Pope young Argentines.
Much of the restaurants that have signed up to accept meal tickets pilgrims decided not to accept the tickets or even opened the doors. Great luck for the event was not a total failure is that young people are very tolerant, have incredible faith and the Pope is very charismatic.
I gave in to my house to host pilgrims until three days after the start of the week of WYD, the volunteers had failed to locate the young people who would be at home either by name or by email. Had residences with spots left and the lack of organization made the bastards of young people in this damned cold to stay in Rio doing staying in schools (classrooms) with only one shower for more than 300 young people, and above all, with only cold water. Anyway, absurd. "

Another example of disorganization happened even before the beginning of the event. The young city of Louveira traveled in the dark, because the organization did not report where they should stay. The answer just one day before the departure of the bus and after numerous phone calls to Rio de Janeiro.

As Leila said, the event not only toppled because young people were patient and took it all in "cool". Now I wonder if the same will happen with the World Cup? According to the Ministry of Tourism, the public will come to the games of the canopy is formed by men, adults, singles, and with money who like to have a few beers before, during and after games. Do these fans will have the same patience?

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Dólar em alta e compras em baixa…

Em Londres, compre um cartão desse para economizar
no transporte público.

Pois é, pelo jeito, as preces da Presidenta Dilma foram ouvidas. Conseguiram dar uma brecada nas viagens e compras internacionais dos brasileiros. Com o dólar e outras moedas estrangeiras em alta, o brasileiro teve que repensar seus sonhos de conhecer as terras distantes além mar. As principais agências de viagens até que conseguiram salvar um bom volume de viagens congelando o dólar abaixo dos 2 reais nos pacotes e nas passagens aéreas. Mas, ao turista, sobrou a dura missão de segurar os gastos com o cartão de crédito. Meus queridos viajantes, nem tudo está perdido. Aí vão algumas dicas para economizar o seu rico dinheirinho e não matar o seu passeio.

Transporte público:
ao contrário do Brasil, em qualquer país da Europa ou dos Estados Unidos você pode andar tranquilamente de metrô ou ônibus. A maioria das grandes cidades européias possuí um sistema de transporte excelente e que te levará para todos os lugares, evitando andar de táxi. Uma outra dica importante são os bilhetes únicos para vários dias. Esse bilhete é voltado para turistas e você vai economizar muito.
Em Londres, por exemplo, você adquire em qualquer bilheteria do metrô um ticket pré-pago que poderá ser reabastecido a qualquer momento. Além disso, há pacotes de vários dias com desconto e, com esse mesmo ticket, será possível andar de ônibus também.

Translado do Aeroporto:
ao desembarcar em qualquer aeroporto europeu você terá inúmeras opções para ir para a cidade. Claro que o táxi é a opção mais cara. Alguns aeroportos possuem terminais interligados à linha de metrô e, todos, sem excessão, tem ônibus direto para o centro da cidade. Essa é a opção mais em conta. Em Roma, por exemplo, a saída dos ônibus é na rua lateral da Estação Roma Termini. Em Milão, na Itália, a mesma coisa. Para você ter uma idéia, uma corrida de táxi do Aeroporto de Lisboa até o Cais do Sodré custará por volta de 30 euros. A mesma viagem de ônibus, 6 euros.

Alimentação:
almoçar ou comer algum lanche próximo aos pontos turísticos sempre foi e será mais caro. Uma garrafa de água, que no mercado custará 50 centavos de euro, ao lado do Coliseo, em Roma, custará 2 euros. Um lanche comprado e montado no mercado custará a metade do preço do mesmo lanche saboreado ao lado da Torre Eifell. Pode parecer pouco, mas se você somar a economia obtida em todos os dias da viagem, o valor economizado será significativo. Nas minhas viagens dou preferência para os passeios e por experimentar novidades nos mercados. Costumo tomar um bom café no albergue, comprar minha garrafa de água no mercado e, durante a caminhada parar nas lojas e mercados para comprar chocolates, bolachas, salgados, etc. Depois de muito andar, costumo fazer a refeição no final do dia. 

Ingressos:
uma coisa legal que descobri é que, em muitos museus, jornalistas não pagam ingressos. O mesmo vale para professores e outros profissionais das áreas de comunicação, educação e turismo. Vale a pena ler detalhadamente as placas de orientação instaladas na entrada desses locais.

Compras:
acredite: todas as grandes cidades têm a sua Rua 25 de março. Além dessas lojas populares, há inúmeros outlets (lojas de fábrica) com ofertas tentadoras. Em Lisboa, por exemplo, há o Free Port, um dos maiores outlets da Europa. Em Paris, a região da Montmartre também tem coisas interessantes e de baixo custo. Claro que não são roupas de grife ou objetos caros, mas dependendo do interesse, boas lembranças poderão ser adquiridas nesses locais.

Supermercado:
Uma coisa é você encarar a viagem como turista. A outra é procurar, por alguns dias, vivenciar o dia-a-dia da cidade como um morador. Nessa mudança você poderá fazer uma bela economia. Supermercados podem ser encontrados em todos os lugares e não é raro, você tropeçar em marcas conhecidas como Walmart e Carrefour. Em Londres, a rede mais popular é a Tesco. Enfim, inclua o supermercado no seu roteiro pois nesses lugares você encontrará uma série de produtos com preços muito bons: chocolates, roupas, vinhos, etc.

terça-feira, 2 de julho de 2013

Videopostagem do dia: Pelas ruas de Roma...


Roma sempre foi "a cidade". Desde o poderoso Império Romano, Roma sempre atraiu pessoas de todos os lugares do mundo. Neste vídeo, vamos dar um giro rápido por alguns pontos interessantes da cidade.

 

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Chegou o frio ! Que tal conhecer Gramado ?

Hortênsias pelo caminho...

Oficialmente já estamos no inverno. Frio, chocolate quente, cobertor e viagens, claro. Se for para um local especial como Gramado, cidade localizada na Serra Gaúcha, melhor ainda. Ir pela primeira vez para a cidade dá a sensação de se estar em alguma pequena cidade européia. Limpa, bonita e bem cuidada em todos os sentidos, Gramado é a jóia das cidades turísticas do Rio Grande do Sul. 
São inúmeras as opções de passeio na cidade: das compras à gastronomia, você não consegue sair de lá sem uma sacola ou um pacote embaixo dos braços.

A beleza do passeio começa com os quilômetros de hortênsias que decoram a estrada na chegada da cidade. Passando o portal - o mais conhecido é o localizado na Entrada Via Nova Petrópolis - , o turista já observa inúmeros restaurantes típicos e hotéis à disposição. Chegando na avenida principal, a Borges de Medeiros, o turista estará no principal centro de compras. Nessa mesma avenida, você terá acesso à inúmeras atrações turísticas como a Igreja de São Pedro, o Palácio dos Festivais (onde acontece o Festival de Cinema de Gramado), a Rua coberta entre outros atrativos.

Gramado é considerado o terceiro destino mais desejado pelos turistas brasileiros graças a sua beleza, clima, comida e simpatia do povo. Assim como Gramado, as demais cidades vizinhas se prepararam para o turismo. A dica é visitar também as cidade de Nova Petrópolis e Canela. Esta última, praticamente colada.

Alguns locais imperdíveis em Gramado:

Pórtico (Entrada Via Nova Petrópolis)
Localizado na entrada de Gramado, sua construção é em estilo bávaro, visando dar boas vindas aos visitantes. Além de ser uma bela construção, possui jardins bem cuidados e floridos, encantando os visitantes que sempre procuram, através da fotografia, obter uma lembrança de Gramado.
Belvedere – Vale do Quilombo
Paisagem que se descortina diante dos olhos do expectador, mostrando o quanto Gramado é privilegiada e dotada pela natureza. 
Palácio dos Festivais – Cine Embaixador
Sede de exibição dos filmes participantes do Festival de Cinema de Gramado – cinema latino e brasileiro. No período do evento recebe artistas consagrados dos mais distintos lugares do mundo e lança no mercado filmes de curta, média e longa metragem, que concorrem ao “Kikito”.
Rua Coberta
Cenário de eventos e apresentações, a Rua Coberta, que liga a Av. Borges de Medeiros e a Rua Garibaldi, é mais uma ótima alternativa em compras e gastronomia para o turista, principalmente em dias de chuva.
Casa do Colono   
Na Casa do Colono, você encontra produtos típicos produzidos no interior da cidade.
Lago Negro
Inicialmente chamava-se Vale do Bom Retiro. Após um incêndio que arrasou a imensa mata existente na região, Leopoldo Rosenfeldt construiu o lago, decorando suas margens com árvores importadas da Floresta Negra da Alemanha, daí seu nome, Lago Negro. Suas águas são profundas e de um verde escuro carregado, refletindo o alto dos pinheiros que se alternam com o colorido das azaléias no inverno e o azul das hortênsias no verão. Por toda sua margem existe um passeio florido, podendo-se andar a pé ou de bicicleta. Porém a maior atração fica por conta dos pedalinhos, que dão ao lago um alegre e movimentado colorido.
Museu do Chocolate
A Prawer oferece ao turista uma visita de lazer e cultura sobre o mundo do chocolate. Além da história da Prawer, a primeira fábrica de chocolate caseiro do Brasil, você pode conhecer elementos históricos e curiosidades sobre o cacau, fabricação e consumo do chocolate.
Dreamland- Museu de CeraO Museu de Cera Dreamland, em Gramado, é o primeiro projeto do gênero a apresentar ícones do cinema e da cultura pop em toda America Latina. Mais de 50 astros do cinema e personalidades distrbuídos em 18 cenários temáticos. 
Mini-mundo Criado pela família Höppner em 1981, representa a fantasia de uma cidade em miniatura, ao estilo Legoland, Dinamarca. Mostra réplicas de um mundo imaginário e criativo.
Mundo Encantado
Visite-nos e volte no tempo, conheça a vida dos pioneiros de nossa terra. Parque temático com miniaturas em movimento, mostrando a arquitetura, o modo de vida das pessoas e toda a beleza natural de nossa região no começo da colonização.
Na semana que vem, vou falar sobre as cidades vizinhas de Gramado: Nova Petrópolis e Canela.
Para mais informações sobre Gramado, acesse www.gramado.rs.gov.br

sexta-feira, 21 de junho de 2013

3, 2, 1... PLAY VIDEO


Como meu blog recebe inúmeros visitantes do exterior, nada mais justo do que deixar claro para meus leitores a real situação do país.
Tudo bem que o blog é de turismo, mas nessa hora, não podemos ficar calados...


As my blog gets many visitors from overseas, nothing fairer than to make clear to my readers the real situation of the country.
All though the blog is tourism, but this time, we can not remain silent ...


quinta-feira, 13 de junho de 2013

"O brasileiro é tão bonzinho..." - Kate Lyra

Atriz e profetisa que na década de 70 criou o bordão
"Brasileiro é tão bonzinho".
"Diária em hotel aumenta até 376% para Copa do Mundo, diz Embratur"

Na semana passada eu postei que o Ministro do Turismo havia pedido aos empresários brasileiros do ramo hoteleiro que cobrassem tarifas, digamos, "normais" nas hospedagens dos turistas durante a Copa do Mundo. Pelo jeito, não deram muita bola para essa solicitação oficial e, literalmente, "enfiaram o pé na jaca".

O Brasil, que poderia se beneficiar espetacularmente com o aumento de turistas estrangeiros, está jogando tudo pelo ralo. Pesquisa divulgada ontem (12/06) no site da FIFA aponta aumentos de até 376% nas diárias dos hotéis brasileiros.

Nesse item já viramos campeões mundiais, ganhando fácil de outros países que organizaram copas do mundo. Segundo a Embratur, as tarifas são 2,5 vezes mais altas do que as praticadas em Berlim, no Mundial de 2006, e em Johannesburgo, na Copa do Mundo de 2010.

Ainda de acordo com a matéria "Em Brasília, a comparação foi realizada em dois hotéis cinco estrelas. No primeiro, a diária em agosto de 2013 custa U$ 134. Para a Copa do Mundo de 2014, o valor passa para U$ 639, uma variação de 376%. Na outra unidade, localizada a cerca de um quilômetro do Estádio Nacional Mané Garrincha, a diária em agosto está cotada a U$ 125 e em junho de 2014 custa U$ 392, variação de 213,6%. "

Sim, você leu isso mesmo: um hotel que hoje custa US$ 134 custará US$ 639 na Copa do Mundo.

O Presidente da Embratur, Flávio Dino se diz chocado com esse aumento, pois ele poderá contaminar toda a cadeia produtiva do turismo brasileiro. O levantamento já foi encaminhado para a Secretaria de Defesa do Consumidor para que sejam realizadas apurações sobre esse abuso.

Sejam bem-vindos, gringos...
Há tempos eu venho escrevendo sobre os abusos, descasos e desmandos do turismo brasileiro. O problema é que chegou em um ponto perigoso e que poderá comprometer qualquer iniciativa futura de transformar o País numa potência turística. Nossa imagem no exterior já não é lá essas coisas e com situações como essa, tende a piorar.

Outro ponto que devemos levar em consideração é que vai sobrar para todo mundo, principalmente para os brasileiros. Vai sair mais barato você assistir a Copa do Mundo pela TV em algum hotel da Europa ou Estados Unidos do que na sua própria pátria.

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Usando lan house no exterior...


Em 2010, quando viajei para a Europa pela primeira vez, achei que seria prático e fácil usar a internet em lan house ou até mesmo dentro dos albergues por onde passei. Não levei notebook e fiquei à mercê dos computadores públicos. O detalhe é que, diferente do Brasil, é normal usar e abusar das redes wi-fi gratuitas dos restaurantes e, até mesmo, dos albergues. 

Me enganei redondamente e paguei caro pelas horas de acesso nos computadores públicos - cerca de 3 euros a hora - isso sem contar que nunca achei os acentos no teclado. Descarregar foto ou enviar e-mail também dava um pouco de trabalho. Depois de umas horas, notei que todos os mochileiros andavam felizes e contentes com seus notebooks e netbooks. Só lembrando que em 2010 o tablet ainda não era popular. Mas, de qualquer forma, estando com um computador portátil era só apertar o botão e se conectar gratuitamente.

Gastei uma grana com os cartões pré-pagos de acesso à rede mundial. Cada cartão gasto era um passeio a menos ou uma lembrancinha perdida. No total, foram quase 50 euros em internet nos 17 dias, dinheiro suficiente para encher a mochila de vinhos italianos, salames e queijos. Ainda bem que as experiências negativas servem para você aprender a não errar no futuro.

No ano seguinte, passei a viajar equipado. Primeiro com um netbook da HP e depois com o iPad. Claro que, de 2010 até hoje, os dispositivos móveis se tornaram comuns e baratos. Mas, o que levar hoje na mochila ? Bom, qualquer dispositivo, menos o notebook. Pesado e pouco prático, você será considerado um ET em qualquer lugar que resolver abrir a tampa da máquina para navegar.

Se o seu smartphone tem conexão wi-fi, ótimo. É só pedir a senha na recepção do albergue e se conectar. O mesmo vale para os tablets. No geral, a velocidade da internet é alta e você não terá dificuldades em usar o skype, por exemplo.

Agora, se você resolveu teimar e decidiu não levar nenhum equipamento, se prepare para conhecer as lan houses européias. Não se assuste, mas você acabará, muitas vezes, em lojas escuras e muito feias. Uma boa parte dessas lojas pertence a árabes ou indianos que montam esses locais justamente para atender à uma população muito pobre e que não tem condição de comprar seu computador muito menos assinar uma internet. Além da falta de limpeza e higiene do local, outro problema, até mais sério é a segurança de suas senhas ou número do cartão de crédito.

A dica é aproveitar a viagem e comprar o seu smartphone ou iPad lá fora. Além de pagar mais barato, você terá um dispositivo pronto para usar em qualquer lugar onde estiver.


Eduardo Sona é jornalista e apresentador de TV. Acesse o blog www.mochileiro40tao.com

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Já pensou em dar a volta ao mundo ?

Você já imaginou dar a volta ao mundo ? Parece complicado, mas com a tecnologia e endereços de sites em mãos, a coisa não fica tão feia assim.
E o mais interessante é que essa aventura pode sair mais barata do que você imagina utilizando os bilhetes aéreos globais.

Basta um bom planejamento, escolher onde você quer ir e simular os valores dos bilhetes aéreos.

Através do site https://indie.bootsnall.com simulei uma volta ao mundo com o seguinte roteiro: Brasil, Reino Unido, Egito, Jordânia, Dubai, India, Japão, Austrália, Chile, Argentina e Brasil. Como data de partida, escolhi o dia 13 de julho com retorno previsto para dezembro deste ano. Para a minha surpresa, as passagens aéreas custariam entre US$ 6.958 a US$ 11.000 dependendo do número de horas de vôo que você estiver disposto a encarar.

O site permite ainda que você adquira antecipadamente todo o pacote aéreo dando a opção de escolhas de horários, assento, etc. Além disso, você pode salvar as suas rotas e ir ajustando conforme a necessidade.

"O GUIA DEFINITIVO DO TURISTA ASSALTADO" #3 - TAXI


"O GUIA DEFINITIVO DO TURISTA ASSALTADO" #3

Como não ser enganado no taxi ?

Meu caro turista estrangeiro. Infelizmente durante a sua estadia, você estará sujeito, à qualquer momento, passar por uma experiência nada agradável nos táxis brasileiros. Se não for enganado no taxímetro, será no trajeto. 

Se bem que esse tipo de situação acontece no mundo inteiro. Acredito que haja uma "sociedade secreta de taxistas sacanas" atuando em todo o planeta. O jeito é não se surpreender se você passar em frente ao mesmo prédio umas 3 ou 4 vezes. Mas, graças à tecnologia, hoje podemos contornar essa situação.

Duas soluções muito boas são o site http://precodotaxi.com e o app para iphone e iPad Taximetro https://itunes.apple.com/br/app/taximetro/id311687533?mt=8 

Em ambos os casos, você visualizar o trajeto e sabe de antemão quanto vai custar a sua corrida.



"The DEFINITIVE GUIDE TOURIST ASSAULTED" # 3

How not to be scammed in the cab?

My dear foreign tourist. Unfortunately during your stay, you will be subject, at any time, go through an unpleasant experience in Brazilian taxis. If not mistaken the taximeter is on the way.

Although this type of situation happens worldwide. I believe there is a "secret society of cabbies bastards" acting on the entire planet. The trick is to not be surprised if you pass in front of the same building about 3 or 4 times. But thanks to technology, now we can work around this situation.

Two very good solutions are http://precodotaxi.com site and app for iPhone and iPad meter https://itunes.apple.com/br/app/taximetro/id311687533?mt=8

In both cases, you see the path and know in advance how much it will cost your race.




segunda-feira, 27 de maio de 2013

Visitando a cozinha do "Pastel de Belém"

Vida de jornalista não é fácil, mas muitas vezes tem suas recompensas. Na última estada em Lisboa, consegui liberação para gravar uma matéria dentro da fábrica dos famosos - e deliciosos - pastéis de Belém, aliás, os únicos que podem ser chamadas assim.

Nesse vídeo, você conhecerá todas as dependências e como é produzido o pastel mais famoso do mundo. Confira e divulgue.



quinta-feira, 23 de maio de 2013

Oi tio... tem comida aí ?

Oi tio, tem comida aí ?
Com o crescimento da cidade de Louveira - SP, as matas e florestas vão desaparecendo e dando lugar para condomínios e prédios.
Com isso, os alimentos dos animais silvestres ficam cada vez mais raros.
O que dá para fazer é liberar uma banana de vez em quando para esses menores carentes, antes que comecem a vasculhar o lixo atrás de alimentos.
Esse na foto é o filhote mais novo da numerosa família de saguis que brincam na árvore do quintal de casa e que de vez em quando vem me fazer uma visita. Paro o meu trabalho para observar 2 coisas interessantes: a união do grupo e a divisão da comida, sem brigas.

Não está cheirando bem...

Mãeeeee: a mala está pequena demais...
Acompanho com atenção todas as notícias sobre turismo nacional e internacional. Acredito que essa é uma das melhores indústrias que o ser humano criou: não poluí, faz o dinheiro circular além de estimular a consciência de que o planeta é maravilhoso e ainda, em pleno século XXI, há muito a ser descoberto.
Nas últimas semanas, o governo e a grande mídia vem martelando o déficit da balança comercial brasileira e aponta como principal vilão o brasileiro que viaja e faz suas compras no exterior.
Não nasci ontem e nem sou recém-formado em comunicação. Completo 30 anos de jornalismo em 2013 e sei quando há maldade em um texto ou matéria de TV.
As mídias não se preocuparam em abordar um dos principais motivos que leva o brasileiro a viajar para brincar com golfinhos em Miami ao invés de Fernando de Noronha.
Eles "esquecem" de dizer que as cias aéreas domésticas cobram uma fortuna nos bilhetes, que os hotéis meia boca do Brasil cobram o mesmo que um 5 estrelas de muitas cidades do exterior, que o turista é esfolado em todos os lugares por onde passa, isso entre outros motivos.
Fico indignado e envergonhado quando ouço uma brasileira dizer que gostaria de levar a família para visitar o pantanal, mas devido ao custo da viagem, viajará para o Canadá !
O brasileiro não é idiota como pensa o governo ou a mídia. Ele sabe o valor do seu dinheiro e, principalmente, quando querem lhe surrupiar.
Confesso que estou preocupado com possíveis medidas que os gênios da nossa economia possam estar pensando. Ontem, após ler um texto na Folha, tive um dejavu e recordei uma misteriosa taxa sobre o turismo que o governo criou na década de 90 para segurar as viagens para fora. Pelo que me lembro, era uma taxa em cima da compra do dólar, tipo um pedágio, que dificultava a sua saída do país.
Rezo para que essas aberrações não voltem a assombrar o nosso dia-a-dia.
O brasileiro viaja para o exterior porque é mais em conta do que viajar internamente. Ele merece ter a chance e a oportunidade de conhecer novas culturas e, principalmente, ver e experimentar a sensação de ser um cidadão do mundo. Essa conquista deve ser preservada à todo custo, até porque, as pessoas que se fecham para o mundo, de uma hora para outra, sofrem de atrofia cerebral.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

"O GUIA DEFINITIVO DO TURISTA ASSALTADO" #3 - Vida Noturna / "The Definite Guide Tourist Assaulted" # 2 - Night life

É hora da balada...

Provavelmente o primeiro item da lista de atividades que um turista estrangeiro cumprirá quando chegar ao Brasil é conhecer uma balada, ou seja, curtir a vida noturna brasileira.
Há milhares de opções que vão de baratas e perigosas ou absurdamente caras.
Porém há alguns cuidados que o turista desavisado deve observar:

1. Peça indicações do local da festa no hotel ou albergue e cheque, principalmente, se a região onde está localizada a casa noturna é segura.
2. Use sempre o táxi, de preferência, indicado pelo hotel.
3. Evite caminhar pelas ruas das cidades, principalmente, à noite. Você sempre será um alvo fácil.
4. Na balada, cuidado com bebidas oferecidas gratuitamente por estranhos ou estranhas. Seja gentil e educado, mas não seja idiota. Aqui vale aquele conselho de mãe: nunca aceite nada de um estranho.
5. Confira o seu consumo na hora de pagar a conta, mesmo que você esteja bêbado feito um gambá.
6. As brasileiras são bonitas, sensuais e gostam de dançar, mas isso não significa que você esteja liberado para fazer o que quiser. Lembre-se de que ao lado de uma brasileira bonita, sempre tem um brasileiro bombado pronto para te quebrar a cara se você for abusado.
7. Evite armar confusão dentro das casas noturnas: os seguranças brasileiros nem sempre são gentis com bagunceiros, principalmente, estrangeiros.
8. Se recebeu convite para uma festa, cheque exatamente qual é o tipo de evento que você foi chamado... dessa maneira você não corre o risco de ir parar num "pancadão" bem no meio do morro do alemão ou numa rave gay em algum inferninho da Rua Augusta.
9. Nas casas noturnas com shows de bandas ao vivo é comum cobrar couvert artístico, mesmo que a banda seja ruim...


"The Definite Guide Tourist Assaulted" # 2 - Night life


Probably the first item in the list of activities that fulfill a foreign tourist when you get to know Brazil is a ballad, or enjoy the nightlife Brazilian.
There are thousands of options ranging from cheap or ridiculously expensive and dangerous.
But there are some precautions that unsuspecting tourists should note:

1. Ask for referrals from the local party at the hotel or hostel and check, especially if the region where is located the nightclub is safe.
2. Always use a taxi, preferably indicated by the hotel.
3. Avoid walking on city streets, especially at night. You will always be an easy target.
4. In the ballad, watch free drinks offered by strangers or strange. Be gentle and polite, but do not be stupid. Here goes one mother board: never accept anything from a stranger.
5. Check out their consumption in time to pay the bill, even if you're drunk like a skunk.
6. Brazilian women are beautiful, sexy and like to dance, but that does not mean you are free to do what you want. Remember that next to a brazilian woman, always have a Brazilian pumped ready to break you face if you are abused.
7. Avoid confusion within arm nightclubs: the Brazilian securities are not always kind to rioters, mostly foreigners.
8. If you received an invitation to a party, check exactly what kind of event you have been called ... that way you do not run the risk of ending up in a "pancadão" right in the middle of the hill or in the "morro do alemão" or gay rave at some hell hole of Augusta Street.
9. In nightclubs with live bands gigs is common charge cover charge, even if the band is bad ...




terça-feira, 21 de maio de 2013

Uma sequência de matérias para você organizar a sua viagem...

Resolvi montar uma lista com várias matérias para você organizar a sua próxima viagem.



O MELHOR HOSTEL DE LISBOA.

Um dos melhores hostels que fiquei na Europa. Além de bonito e limpo, o Lisbon Poets é muito bem localizado. Ele fica em cima do Café A Brasileira - aquele café que tem a estátua do Fernando Pessoa - e à poucos metros da estação Chiado do metrô.

Os quartos são extremamente limpos, modernos e tudo funciona muito bem. A sala social, além dos sofás, purês e TV, oferece computadores com internet gratuitamente. Dependendo do movimento, o Hostel organiza jantares coletivos e, se você quiser, pode ajudar na cozinha.


sexta-feira, 17 de maio de 2013

"O GUIA DEFINITIVO DO TURISTA ASSALTADO" #2 - Praia / "The Definite Guide Tourist Assaulted" # 2 - Beach


Domingo de sol é dia de praia, biquini, areia, calor, cerveja, petiscos e caipirinha. De fato, muitas caipirinhas. Essa é a rotina preferida dos turistas estrangeiros que visitam o Brasil. As praias do Rio de Janeiro e do nordeste são os destinos preferidos dos americanos e europeus. E estando envolvidos neste clima afrodisíaco, a maioria dos turistas esquece algumas coisas básicas como, por exemplo, a segurança. Não estou falando dos arrastões, pois nesse caso, não tem como fugir da onda, mas dos cuidados básicos com suas carteiras e, principalmente, como não ser enganado pelos comerciantes.
O americano jack Bauer, policial aposentado de Nova Iorque, pergunta: quais os cuidados que devo ter na praia ?

R - Meu caro Jack, sua segurança nas praias depende só de sua atenção. Por mais que o local seja uma delícia, alguns perigos estão presentes.
Bolsas e carteiras - deixe seus documentos sempre à vista. De preferência, vá para a praia com o mínimo possível de documentos e prefira pagar as contas com o cartão de crédito, evitando andar com muito dinheiro.
Saúde - nem todas as praias têm suas areias tratadas. Infelizmente, muitos brasileiros ainda não aprenderam que levar cachorro para a praia é um perigo para a saúde de todos. Ande sempre de sandália, pois dependendo da festa realizada na noite anterior, cacos de vidro e garrafas poderão estar escondidos ou jogados na areia.
Quiosques - a maioria dos comerciantes é honesta mas não custa conferir a conta e o que foi realmente consumido. Anote à parte todos os seus pedidos.
Se, por um acaso, a sua reclamação não for aceita, não desanime. Respire fundo e diga com calma essas palavras mágicas: "Ok. Vamos chamar a polícia para esclarecer essa dúvida ?"
Acredite: essa frase funciona mais do que as mágicas do Harry Potter.


"The DEFINITIVE GUIDE TOURIST ASSAULTED" # 2 - Beach


Sunny Sunday is a day of beach, bikini, sand, heat, beer, snacks and caipirinhas. In fact, many caipirinhas. This is the preferred routine of foreign tourists who visit Brazil. The beaches of Rio de Janeiro and the Northeast are the favorite destinations for Americans and Europeans. And being involved in this climate aphrodisiac, most tourists forget some basic things, eg, security. I'm not talking trawlers, in which case, I can not escape the wave, but basic care with their wallets, and especially how not to be cheated by traders.
The American Jack Bauer, a retired police officer from New York asks: what care should I have at the beach?

R - My dear Jack, your safety depends only on the beaches of your attention. As much as the place is a delight, some hazards are present.
Bags and wallets - let your documents always in sight. Preferably, go to the beach with the least possible documents and prefer to pay bills with a credit card, avoiding walking with too much money.
Health - not all beaches have treated its sands. Unfortunately, many Brazilians still have not learned to take the dog to the beach is a danger to everyone's health. Walk straight sandal, because depending on the party held the night before, broken glass and bottles may be hidden or played in the sand.
Kiosks - most merchants are honest but it never hurts to check the bill and what was actually consumed. Write down the part of all your requests.
If, by chance, your claim is not accepted, do not be discouraged. Breathe deeply and calmly say those magic words: "Okay, let's call the police to clarify this doubt?"
Believe me, this phrase works more than the magic of Harry Potter.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Ingressos mais em conta para musicais em Londres...


Como economizar na compra de ingressos para shows e musicais em Londres...


O GUIA DO TURISTA ASSALTADO - #1 / "The Guide Tourist Mugged" - #1

I'm happy and Mugged...
"O Guia do Assaltado" de Roberto Schneider com ilustrações de Vilmar Rodrigues foi um enorme sucesso editorial nos anos 80. Depois de ter sido assaltado mais de 138 vezes, Roberto Schneider resolveu escrever essa obra no estilo perguntas e respostas com muito bom humor.

À partir de hoje, vou iniciar uma série de postagens denominada "O Guia do Turista Assaltado", visando alertar os nossos queridos turistas estrangeiros que virão ao Brasil para assistir ou participar dos grandes eventos internacionais.

Desde já juro de pé junto que estou na torcida para que dê tudo certo, mas não custa dar umas dicas para que os turistas tenham alguma chance de sobreviver ao passeio. Não é ?

Vamos à primeira pergunta enviada por Mr. John Gun:

P - Como eu faço para não chamar atenção nas ruas ?

R - Mr. Gun, infelizmente, os turistas estrangeiros vão chamar a atenção querendo ou não. O conjunto todo já os denunciam: roupas de marca, tênis coloridos, mochilas super-transadas e camisas tipo havaianas e chapéu panamá. Além disso, eles insistem em desfilar com gigantescas máquinas fotográficas penduradas no pescoço.

A dica é sair o mais simples possível, básico. Camiseta, bermuda, chinelo - de preferência uma Havaíana genérica ou algo do gênero. Utilize uma mochila pequena para carregar seus equipamentos e documentos. Nunca leve seu passaporte original para passear. Prefira uma cópia.
Ah, o principal: nunca leve todo dinheiro num bolso só. Espalhe por todos os lugares possíveis e só ande com notas de valor pequeno.


"The Guide Tourist Mugged" - #1


"The Guide Mugged" Roberto Schneider with graphics Vilmar Rodrigues was a huge publishing success in the '80s. After being assaulted more than 138 times, Roberto Schneider decided to write this book in the style questions and answers with a very good mood.

At Starting today, I will start a series of posts called "The Guide Tourist Mugged," targeting warn our dear foreign tourists who come to Brazil to attend or participate in major international events.

Already interest stood by that I'm rooting for you get it right, but it never hurts to give some tips for tourists to have any chance of surviving the ride. Is not it?

Come to the first question submitted by Mr. John Gun:

Q - How do I not get attention in the streets?

R - Mr. Gun, unfortunately, foreign tourists will draw attention like it or not. The whole thing now denounce them: branded clothes, colorful sneakers, backpacks and super-transadas type Hawaiian shirts and Panama hats. Furthermore, they insist on parade with giant cameras around their necks.

The trick is to go as simple as possible, basic. Shirt, shorts, slippers - preferably a generic type Dupé Hawaiian or something. Use a small backpack to carry their equipment and documents. Never carry your original passport to wander. Prefer a copy.
Ah, the main thing: never take all the money in your pocket only. Spread all places and just walk with small bills.

Fiscalizando Guarulhos...

Ontem estive no Aeroporto de Guarulhos ou Governador André Franco Montoro, como queira.
Notei grandes diferenças em termos de organização e sinalização. As placas ficaram maiores, iluminadas e bilíngues. Já estava na hora de ajeitar esse ítem, alías, a quinta falha mais citada pelos turistas estrangeiros.

Minha análise começa pelo trajeto. Finalmente, a pista que liga a Rodovia Ailton Senna ao aeroporto recebeu grandes e iluminadas placas. Agora o turista não corre o risco de ir parar no centro de Guarulhos e ficar perdido nas ruas do Parque Cecap. Ontem, por ser uma quarta-feira à noite, o estacionamento principal estava lotadaço. A boa notícia é que - se eu não estiver enganado - teve redução nos valores cobrados. A primeira hora custa R$ 10,00 e a segunda em diante, R$ 3,00.

Nos terminais, principalmente o 2, aumentou o número de lojas. Claro que os preços das coisas continuam fora da realidade. O jeito é levar o salgadinho ou o chocolate na bolsa...rsrsr

Outra boa notícia, pelo menos foi o que vi ontem, o desembarque nacional de passageiros e bagagens está relativamente rápido. Vamos ver se a nova administração de Guarulhos conseguirá manter e melhorar todos esses serviços para o bem do nosso turismo.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Dicas úteis para quem pretende conhecer Fátima.

Santuário de Fátima - Portugal.

A cidade portuguesa de Fátima é mundialmente conhecida por sua história de fé e santuário. Foi nessa pequena cidade na região de Ourém que, em 13 de maio de 1917, Nossa Senhora do Rosário apareceu para três crianças pastoras. À partir dessa data, foram mais 4 aparições da santa, a última, em 13 de outubro do mesmo ano. No quesito turismo religioso, a cidade é uma das mais bem preparadas para receber seus visitantes. Apesar de pequena, ela é bem estruturada, possuí hotéis de todas as categorias e restaurantes com preços camaradas.

Na minha última viagem estive visitando Fátima e confesso que foi uma viagem tranquila e emocionante ao mesmo tempo. A primeira dica é sobre o transporte. Uns preferem o trem, outros, o ônibus ou carro. Para tirar a dúvida, resolvi fazer uma pesquisa na Estação Oriente, a principal de Lisboa. Na bilheteria do trem já obtive a resposta que queria: vá de ônibus !
Embora Portugal seja bem servido por trens, ir para Fátima não é tão simples, isso porque a estação ferroviária da cidade fica afastada do Santuário e, ao descer, você tem que ir de ônibus até o centro da cidade. Já o ônibus que saí de Lisboa tem sua parada à poucos metros do santuário. O valor da passagem também ajuda: 20 euros ida e volta.

Saí de Lisboa bem cedo. Era uma segunda-feira. A viagem foi muito tranquila e as estradas portuguesas, excelente. Cheguei por volta das 9 horas da manhã e a cidade ainda estava acordando. As pequenas lojas e restaurantes se preparavam para mais um dia de visitas, já que Fátima é uma das cidades mais visitadas de Portugal. Como fui em fevereiro, o movimento estava tranquilo. O maior período de visitas começa em maio e termina em outubro.

O santuário é enorme e lindo e a cidade emana um clima de paz e tranquilidade. No santuário, além das duas catedrais, a principal atração é a pequena capela da aparição. Nesse local são realizadas missas de hora em hora e em vários idiomas. O espaço tem uma excelente infraestrutura com diversos banheiros, locais para descanso e refeições. Na vizinhança do santuário, você encontrará as lojas que comercializam lembranças.

Se você resolver se hospedar na cidade, pode escolher entre hotéis, pousadas, albergues ou quartos para peregrinos. Há muitas opções espalhadas na cidade e os preços - fora da época de alta - são bem em conta. Enquanto perambulava pelas ruas, achei um pequeno shopping e restaurante. Aproveitei para almoçar um delicioso bacalhau com creme, parecido com o escondidinho brasileiro, só que no lugar da carne seca, bacalhau desfiado. Paguei 15 euros por essa refeição.
Logo após o almoço, embarquei no ônibus que me levou de volta à Lisboa. Confira minha matéria sobre Fátima acessando o canal do mochileiro40tao no youtube: http://www.youtube.com/mochileiro40tao

Curta a página do Mochileiro40tao no facebook e participe de nossas promoções. Acesse: https://www.facebook.com/Mochileiro40tao

Visitando o Santuário de Fátima - Portugal.

Hoje é dia de N.Sra. de Fátima e aproveito para postar uma matéria que fiz na cidade.


Gostou ? assine nosso canal e compartilhe com os amigos.
Visite: www.mochileiro40tao.com


sexta-feira, 10 de maio de 2013

Dando uma da Tarzan...

Praticar o arvorismo é uma delícia. Dá um pouco de medo, mas depois que está lá no alto da árvore, paciência. O negócio é se arriscar e curtir a aventura...

Confira nessa matéria a minha experiência como Homem-Aranha...



Vale a pena !

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Turismo rural em Louveira, SP.

A cidade de Louveira é uma das 10 cidades pertencentes ao Circuito das Frutas. A região oferece inúmeras atrações turísticas como hotéis, pousadas, restaurantes com comidas caipiras, pesqueiros, enfim, muitas atrações interessantes.

Nessa matéria você conhecerá uma antiga fazenda de escravos que hoje funciona como restaurante e pague-colha frutas.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Divertindo-se na Abbey Road.

 Hoje, dia 8 de maio, comemora-se o lançamento do último trabalho dos Beatles, o disco "Let It Be" e para não deixar passar em branco, resolvi postar algumas fotos da famosa rua, onde está localizado o estúdio Abbey Road e onde a banda produziu a famosa foto...
 É uma rua normal, localizada na periferia de Londres. Um bairro tranquilo... bem... quase...
 Todos os dias, centenas de pessoas visitam o local com um único objetivo: reproduzir a foto e a experiência de se atravessar aquela faixa de pedestre...
Quem não gosta muito são os motoristas e moradores do local. Em alguns casos, os turistas abusam um pouco...rs
Neste dia, havia uma equipe de atletas chilenos e pela foto, já deu pra perceber que a coisa foi divertida para nós, não para os sisudos motoristas britânicos...