Seguro

domingo, 29 de maio de 2011

Economizando com as ligações para a família.

Viajar por muito tempo é uma delícia e ninguém pode reclamar. O duro é ficar longe da família e dos amigos. Um, dois ou três dias ainda dá para ficar longe de um aparelho telefônico, mas daí por diante, a preocupação de quem ficou no Brasil e a vontade de falar com todo mundo aumenta.
Há muitas opções para se comunicar. Elas vão do orelhão básico das ruas, passa pelos celulares e caí na Internet.
Confesso que na última viagem eu bem que tentei usar o telefone público, mas desisti. A principal razão é que não entendia o que a telefonista francesa tentava me dizer.. rsrs
Em todos as grandes capitais européias você tem lojas onde é possível fazer ligações para o Brasil através de telefones instalados em cabines. Normalmente esses estabelecimentos são administrados por árabes ou indianos, já que o número de imigrantes que moram na Europa é gigantesco e são nesses lugares que eles se comunicam com seus familiares. As ligações são bem mais em conta.
Outra opção é levar seu netbook, iphone, ipod ou ipad e usar o skype ou MSN. Usar as lanhouses não é a forma mais econômica para se comunicar. O ideal é viajar equipado com um computador e aproveitar as conexões de internet espalhadas em todos os lugares.
Dica: nos albergues a internet é grátis para quem tem o seu computador.

sábado, 28 de maio de 2011

O visto para os Estados Unidos pode cair ? Opa...agora sim !

Pois é, o Obama é o cara !
Você pode ter a opinião que for, mas uma coisa você há de convir comigo: o cara é vem para o Brasil, agrada todo mundo e promete estudar o fim do visto para os Estados Unidos.
Pouco tempo depois, a coisa começa a se concretizar.
Informações publicadas na Folha de São Paulo, durante cobertura da 43ª edição do PowWow, o maior evento da indústria do turismo dos Estados Unidos, realizada em San Francisco. dão como certo o fim da obrigatoriedade do visto americano para os brasileiros.
Também pudera: o Brasil já é um dos principais paises a enviarem turistas para a terra do Tio Sam. Só no ano passado, mais de 1 milhão e 200 mil brasucas deixaram cerca de US$ 1,1 bilhão em terras americanas. E para quem está em crise, um dinheirinho desse não faz mal a ninguém.
Mas, a saga para se conseguir um visto ainda continua. São dias, semanas ou meses de espera, valores altos, estresse nas entrevistas para saber se vai ser ou não aceito, enfim, todas aquelas dores de cabeça que o turista bem sabe como é.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

VALE MUITO A PENA VISITAR ESSE BLOG !

Meu último post foi sobre o Castelo de São Jorge, em Lisboa e recebi um comentário e convite da minha querida blogueira Milla. Ela postou uma matéria MUITO BOA sobre os castelos do Reino Unido.
Um lindo trabalho de pesquisa com textos e fotos que vale a pena você visitar.
O link é:
http://milla-delapraca.blogspot.com/2011/05/alguns-castelos-pra-chamar-de-seu.html?showComment=1306436947264#c5544265108188112890

domingo, 22 de maio de 2011

O Castelo de São Jorge.

Bom, São Jorge não morou aqui, mas acabou sendo homenageado. O Castelo de São Jorge é uma das principais atrações de Lisboa. Situado no alto de um morro, o belo e imponente castelo foi construído pelos mouros e depois conquistado pelos portugueses que usaram o local como principal prédio real.
Do alto de suas muralhas, pode ser ver toda a beleza da cidade de Lisboa e a imponência do Rio Tejo.
Infelizmente, a visita limita-se apenas ao prédio: não há museu, pinacoteca, móveis, armaduras medievais ou quaisquer outras atrações ou instalações. O visitante tem à sua disposicão apenas uma estrutura básica com um restaurante, banheiros e uma sala que reúne algumas peças arqueológicas encontradas no local.
Uma dica: para retornar ao centro de Lisboa, utilize o bondinho elétrico. É divertido e nostálgico.

Só foi a Microsoft aparecer que...

Não é por ser usuário de Apple que vou meter o pau na Microsoft gratuitamente, mas o que vem acontecendo com o Skype depois que a gigante dona do Windows comprou esse serviço é um absurdo.
Como todos sabem, o Skype é um serviço de telefonia Voip, ou seja, você consegue fazer chamadas telefônicas com vídeo através da Internet. De um usuário Skype para outro, a ligação é grátis.
No último dia 10 de maio a Microsoft anunciou a compra do Skype por 8,5 bilhões de dólares, umas das maiores aquisições da empresa em toda a sua história. O objetivo é tentar mais uma vez, se fazer presente na Internet e frear o crescimento do Google.
Como usuário do Skype, ficou evidente a queda de qualidade do serviço nesses últimos 10 dias.
Em fevereiro do ano passado, passei 17 dias gravando o programa em várias cidades italianas e todos os dias, religiosamente, usava o Skype para falar com a família usando a câmera de vídeo.
Em fevereiro deste ano, foi a mesma coisa. Ficava mais de uma hora conectado conversando com todo mundo e a qualidade de vídeo e áudio era excelente.
Nessa semana, porém, tentei falar com minha família que estava viajando na Europa. Desastre total !
Áudio péssimo, chiado e sendo cortado constantemente. A imagem de vídeo então, nem se fala. Para se ter uma idéia, o único jeito de conversar por alguns minutos era desligar a câmera e ficar só no áudio.
Até mesmo as ligações internas perderam qualidade.
Se esse for o caminho do Skype nas mãos da Microsoft, lamento dizer que perdemos um excelente serviço que era a salvação dos viajantes sem grana.