Seguro

terça-feira, 8 de abril de 2014

PORTO DE GALINHAS E O ÔNIBUS VOADOR.

É melhor usar uma foto de praia do que a do ônibus...
Desci no aeroporto de Recife pouco depois das 13h00. Como já havia pesquisado anteriormente, resolvi ir para Porto de Galinhas de ônibus. Na saída para a área de desembarque você encontra o ponto do ônibus 195 Opcional, localizado na ilha, entre as pistas de desembarque.

Em poucos minutos, surge um ônibus antigo, mal cuidado e sujo, porém com ar condicionado... pensei: nem tudo está perdido ! Puro engano.

O cobrador era um rapaz que não tirou os fones de ouvidos nem para escutar a pergunta que lhe fiz. Paguei a passagem de R$ 11,00 e me preparei para a jornada... e que jornada !

Velho, sujo - porém com ar condicionado - o ônibus mostrou que também tinha um ótimo e possante motor. Pelas estradas pernambucanas rumo à Vila de Porto de Galinhas, o ônibus praticamente voava e nem dava bola para as lombadas. Depois de entrar e sair pelas estradas e passar por ruas estreitas das cidades, finalmente o ônibus parou na entrada de Porto. Dali, todos os turistas são obrigados a embarcarem em um taxi rumo aos hotéis e pousadas.

As lindas praias pernambucanas contrastam com a falha estrutura turistica da vila - mesmo com lindos e organizados resorts, pousadas e hotéis -, a começar pelo ônibus que deveria ser uma opção decente para os turistas. Para se ter uma idéia, os táxis cobram de 150 a 250 reais para fazer a viagem entre Recife e Porto de Galinhas. Percebe-se que todos os envolvidos no transporte tem o mesmo discurso e valores. E em Porto de Galinhas a coisa não melhora em nada. Além dos táxis, percebe-se que os restaurantes e lojas de artesanatos praticam o mesmo preço. E que preço !

A cidade possuí excelentes hotéis mas peca pelos preços abusivos praticados nas lojas e pelo atendimento deficiente. Não adianta ter passagens aéreas baratas se, ao chegar ao destino, gasta-se absurdamente nos passeios locais. O comerciante brasileiro precisa entender que o turista quando bem tratado - e não lesado - volta. Caso contrário, fala mal mesmo...