Seguro

segunda-feira, 22 de abril de 2013

O albergue

Cama confortável e armário para as malas.

Apesar de ser título e roteiro de filme de terror, hospedar-se em um albergue não é uma má idéia, ao contrário: é uma opção de baixo custo e que oferece uma oportunidade única de fazer muitas amizades ao redor do mundo. Os albergues, ou hostels, são acomodações coletivas instaladas em residências, prédios ou até mesmo em castelos, como em muitos casos na Europa. Há hostel que oferece quartos individuais e familiares, vai depender do seu bolso e pré-disposição em fazer amizades.

Em todas as viagens que realizei, optei em ficar em hostel e não me arrependo. Claro que alguns são ruins enquanto outros, muito bons. Em Veneza, por exemplo, fiquei uma noite em um hostel muito afastado da Praça de São Marcos, centro da cidade. Além desse incômodo, o local era muito antigo e os quartos imensos. No total eram 16 mochileiros de diferentes nacionalidades dormindo no mesmo quarto. No final, até que foi divertido. Parecia que eu estava em uma reunião das Nações Unidas onde cada um falava seu idioma. O engraçado é que todos, de alguma forma, se entendiam.

Muitas pessoas me questionam sobre a idade máxima aceita em um hostel: a resposta,depende do local. Há alguns que fixam limite de idade, assim como, a hospedagem de crianças e famílias inteiras. O interessante é ler todas as regras do local antes de fechar a reserva. No geral, são aceitos viajantes de todas as idades.

Portugal é conhecido como o país europeu com os melhores hostels. Em Lisboa, fiquei no excelente Lisbon Poets Hostel localizado no bairro Baixa Chiado, um dos pontos culturais mais agitados da cidade. Para você ter uma idéia: de um grupo de brasileiros que conheci no avião e que estavam em hotéis 4 estrelas, eu era o que estava mais bem localizado e, o melhor, pagando menos da metade da diária deles. O Lisbon Poets Hostel fica à 50 metros da estação do metrô Chiado e em cima do "A Brasileira", famoso café frequentado pelo escritor Fernando Pessoa. Aliás, é ali que fica a famosa estátua do escritor onde todos os turistas são fotografados.

A principal vantagem em se hospedar em um hostel é, sem dúvida, a integração com turistas de diversos paises. É muito fácil fazer amizade, diferentemente do que acontece em um hotel convencional onde as pessoas se isolam em seus quartos. Jantares e festas são organizados entre todos e alguns passeios acabam sendo realizados em grupos, o que ajuda e muito os mochileiros mais solitários.

Para quem vai para Londres e quer unir hospedagem com noitadas, a dica é a rede de hostel St Christopher’s. Em diversas unidades espalhadas pela cidade, o mochileiro estará dormindo, praticamente, em cima de um pub inglês. Isso facilita pois você poderá assistir jogos, dançar e beber cerveja praticamente em casa. 

Agora, imagine realizar o sonho de dormir em um castelo. Pois bem, em alguns paises europeus, antigos castelos estão sendo restaurados e se transformando em hostels para a alegria geral dos mochileiros. 

No Brasil, com a chegada dos grandes eventos internacionais muitos hostels de qualidade estão sendo inaugurados nas capitais. Isso é muito bom para o turismo e o bolso dos mochileiros agradecem também.

Para reservar online: 
http://www.brazilian.hostelworld.com

Lisbon Poets Hostel:
http://www.lisbonpoetshostel.com

Rede St. Christophers:
http://www.st-christophers.co.uk