Seguro

terça-feira, 23 de abril de 2013

O turismo e os novos prefeitos

A nº 1, a primeira locomotiva que explorou
o interior paulista está em Jundiaí, num
estado deplorável.
Já estamos em 2013. Logo no primeiro dia do ano, os novos prefeitos eleitos assumiram suas cadeiras para um mandato de 4 anos. Acredito que essa próxima gestão, que se encerra em dezembro de 2016, será muito diferente de qualquer uma que já tenha acontecido na história do Brasil. 

Só para refrescar a memória de todos, nos próximos 4 anos (2013-2016) o Brasil, provavelmente, receberá o maior volume de turistas estrangeiros de sua história.

Neste ano, a festa começa com a Copa das Confederações, o Encontro dos jovens católicos no Rio de Janeiro, Rock in Rio e outros grandes eventos. Além disso, o ano será reservado para que as cidades se preparem para a Copa do Mundo. Na nossa região, a expectativa é grande e promissora. Temos bem do nosso lado o Viracopos que está sendo preparado para ser o segundo aeroporto internacional do Estado de São Paulo. Além disso, a região conta com as melhores estradas e belas cidades. 

Participando de uma reunião com o Comitê Paulista da Copa do Mundo, fui informado de que há boas possibilidades de algumas cidades da região abrigarem algumas seleções. Isso significa que receberemos não só os atletas, mas a imprensa, os familiares dos jogadores, empresários, enfim, um número elevado de turistas.

Já no próximo ano, será o grande teste para a nossa infraestrutura com a Copa do Mundo. O ano de 2015 será para o País tomar fôlego pois em 2016 vem as Olimpíadas. A grande pergunta que faço é: será que as pequenas e médias cidades da região estão realmente se preocupando com isso ? 

A maioria dos novos executivos ainda estão preocupados com a solução de problemas básicos em suas cidades como saúde, água, segurança, etc. Não que isso deva ser postergado, mas esses gestores devem estar atentos aos acontecimentos e designar pessoas preparadas ou, até mesmo, montar comissões de turismo para tentar se aproveitar dos benefícios e do aumento do fluxo de visitantes que esses eventos irão proporcionar.

Muitas medidas já estão sendo criadas pelos governos estaduais e governo federal com a criação de novas linhas de créditos para investimentos em turismo. Esse dinheiro poderá beneficiar as propriedades rurais turísticas, restaurantes, programas culturais e educacionais. Essa é uma boa chance para as cidades prepararem seus jovens para o trabalho, ensinar um novo idioma, abrir cursos técnicos, enfim, propiciar melhores condições de vida e de um futuro melhor para o povo.

Muito se discute se esses grandes eventos serão bons para o Brasil. Tenho a certeza de que é uma ótima oportunidade para melhorar o investimento na infraestrutura, educação e cultura. Basta apenas que os novos prefeitos abram seus olhos e entrem com tudo nessa onda.

Dicas

- Antes de planejar a sua viagem para o exterior, certifique a validade de seu passaporte. Documentos com menos de 6 meses do vencimento serão recusados na imigração dos outros países.