Seguro

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Nó aéreo ?

Nó aéreo ?
Somente em dezembro, deverão passar pelos aeroportos no Brasil 17,4 milhões de pessoas, um crescimento de 8% em relação ao mesmo período de 2011. A expectativa é de que neste ano, como ocorreu no mês de dezembro de 2011, os atrasos e cancelamentos de voos fiquem abaixo do estimado pelo Governo Federal. No ano passado, as previsões eram de que os atrasos chegassem a 15% e os cancelamentos a 5%. Entretanto, os números registrados nos aeroportos do país foram de 13% e 3,5%, respectivamente. Até novembro, os índices neste ano chegaram a 10,5% de atraso e 4,6% de cancelamentos.

ANAC reforça fiscalização
Neste ano, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) vai intensificar a fiscalização em 12 aeroportos do país – foram seis em 2011. O objetivo é estar presente nos mais movimentados no período de alta temporada e também naqueles localizados nas cidades-sede da Copa das Confederações. Os 12 aeroportos cobertos pela Operação serão: Galeão e Santos Dumont (RJ), Congonhas e Guarulhos (SP), Brasília (DF), Viracopos (SP), Confins (MG), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Recife (PE), Porto Alegre (RS) e Curitiba (PR).
 Para realizar o trabalho, serão envolvidos 290 servidores que trabalharão na fiscalização e na prestação de informações ao usuário nos períodos de 13 de dezembro a 14 de janeiro. As equipes gerenciais, os diretores e os superintendentes da ANAC estarão de plantão durante todo o período. Assim como em 2011, a ANAC promoverá treinamento para os funcionários das empresas aéreas e operadores aeroportuários (Infraero e os concessionários de Guarulhos, Brasília e Campinas). O treinamento acontecerá nas cidades de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro. Todos os servidores da ANAC envolvidos na Operação Fim de Ano recebem treinamento específico.
Além disso, nas reuniões do Comitê de Transição dos Concessionários dos aeroportos de Guarulhos, Viracopos e Brasília, a ANAC tem apresentado recomendações sobre melhores práticas de operação para esse período do ano. A ANAC vai acompanhar a escala de trabalho das tripulações das empresas aéreas e colocar banners com os principais direitos e deveres dos passageiros.
Fonte: Jornal de Turismo