Seguro

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

A beleza da velha-jovem senhora.

Pode sentar que o leão é manso !

Londres é uma cidade sem igual. Um dia nela, já dá pra entender o porque ela atraí pessoas do mundo todo. Seus ônibus vermelhos de dois andares, a mistura entre o passado e o futuro, seus metros organizados, suas ruas comerciais, seus carros com volante ao contrário são alguns elementos que tornam essa cidade diferente. Nas ruas, uma mistura de raças e cores. Ao lado das lindas e altas loiras inglesas, você se depara com as indianas e árabes com suas cabeças cobertas.
No comércio, a predominância é de indianos nos caixas. Algumas vezes você tem a impressão de que entrou na loja do Abu, personagem do desenho Simpsons. Cada estação de metrô é também um mini-shopping com mercados, livrarias e comida, muita comida de todas as partes do mundo.
Em São Paulo, achar um Starbuck Café é meio complicado. Aqui não, tem uma loja em cada esquina e em cada estação de trem ou metrô.  Hoje fui conhecer a Picadilly Circus, uma região que reúne os teatros, casinos e restaurantes. O lugar é uma festa de cores e ofertas de espetáculos. Aqui, as peças tem apresentações diárias e em vários horários. Descobri que o Museu do Acredite Se Quiser tem um brasileiro cuidando do marketing. Vou tentar uma entrevista.
Fechei o dia tomando um chocolate quente em frente ao Big Ben. A chuvinha chata, o frio intenso e a canseira não me animaram a andar mais. Mas, amanhã tem mais... muito mais.